VATICANO, Cidade do Vaticano - O papa Francisco canonizou neste domingo (5) dois novos santos, o polonês Stanislaw de Maria Jesus Papczynski (1631-1701) e a sueca Maria Isabel Hesselblad (1870-1957), em uma cerimônia na Praça São Pedro, no Vaticano.

O primeiro nasceu em 18 de maio de 1631, em Podegrodzie, no sul da Polônia. Virou padre aos 30 anos e, quase uma década depois, fundou a Congregação dos Padres Marianos da Imaculada Conceição.

Já Maria Isabel nasceu em 4 de junho de 1870, em uma família luterana. Aos 18 anos de idade, emigrou para os Estados Unidos e trabalhou como enfermeira em Nova York. Foi batizada na Igreja Católica e em 1904, depois de se mudar novamente Roma, criou a Ordem do Santíssimo Salvador e de Santa Brígida. Além de Francisco, celebrou a cerimônia de canonização o arcebispo da Cracovia, cardeal Stanislaw Dziwisz, ex-secretário pessoal do papa João Paulo II. Outros 40 cardeais, 30 bispos e cerca de 400 sacerdotes assistiram à missa no Vaticano.

"Os santos não são super-homens, nem nasceram perfeitos. Quando conheceram o amor de Deus, seguiram-no ao serviço dos outros", escreveu o Papa em seu perfil oficial no Twitter, celebrando as canonizações.

Fonte: Agência ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31