RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Prefeitura do Rio tombou definitivamente o prédio onde funcionou o Cinema Olaria (antigo Cinema Santa Helena), na Rua Uranos, 1.474 a 1.478, em Olaria, Zona Norte da cidade.

A decisão, em decreto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (30/12), foi baseada em estudos do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) e em pronunciamentos do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro, considerando a importância da cultura cinematográfica da cidade e sua influência para o Brasil.

SÃO PAULO, São Paulo - No dia 7 de janeiro, às 14h30, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, Polo Ribeirão Preto, receberá a palestra Novos desafios para a restauração e conservação do patrimônio arquitetônico. O palestrante será o professor Claudio Varagnoli, da Universidade de Chieti-Pescara “Gabriele d’Annunzio”, Itália, e o local será o Anfiteatro Prof. Dr. Ivo Torres, Bloco A da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP.

SÃO PAULO, São Paulo - O terminal de trens da Estação da Luz, em São Paulo, será reaberto amanhã (31), a partir das 4h, após interdição de nove dias por causa de um incêndio de grandes proporções que atingiu o Museu da Língua Portuguesa, que funciona no mesmo prédio. A liberação ocorreu após nova vistoria do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) na tarde de hoje (30). Uma das quatro plataformas, no entanto, continuará bloqueada por ser a de maior proximidade com a área atingida pelo fogo e necessitará de mais obras.

“Após a emissão do terceiro laudo do IPT, foi constatada total segurança para que possamos operar as plataformas 1, 2 e 3. Também esteve aqui a Defesa Civil do município que liberou a estação para que possamos abrir ao público”, disse o secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissoni. O prédio, que data do século 19, é ponto final da Linha 11 (Coral), que interliga os municípios a leste da Grande São Paulo, e da Linha 7 (Rubi), que vai na direção noroeste da metrópole.

A Plataforma 4, segundo Pelissoni, deverá ser liberada em janeiro. “Nas plataformas 2 e 3, teremos operações que seriam na 4, mas acreditamos que não haverá problema para o usuário”, explicou. A entrada principal da estação continuará bloqueada e o acesso será feito apenas pela Avenida Cásper Líbero e ao lado da Pinacoteca. A circulação de trens de carga, por sua vez, necessitará de testes de vibração que serão feitos neste sábado (2), das 10h às 12h.

Além de afetar o transporte de passageiros, o incêndio que ocorreu por volta das 16h do último dia 21, causou a morte do bombeiro civil Ronaldo Pereira da Cruz, de 38 anos, e destruiu toda a área de exposição do Museu da Língua Portuguesa, que recebia a mostra temporária sobre o historiador, antropólogo e jornalista, Câmara Cascudo.

Localizada no centro de São Paulo, a Estação da Luz é uma das mais movimentadas da cidade. Por ali circulam em média 400 mil passageiros para embarques nos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitano (CPTM). Já nos três andares do museu, foram registradas mais de 300 mil visitas ao longo do ano passado.

Fonte: Agência Brasil - Camila Maciel

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 30/12/2015 às 05:57hs - 31 visitas até 16/05/2016 ) 

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A tradicional feijoada do Cordão da Bola Preta abre 2016 com um gostinho ainda mais especial.

Nada melhor do que começar o ano com muito samba e boas energias. No dia 2 de janeiro, na sede do bloco, o grupo Exaltação ao Samba Enredo e a Banda do Cordão da Bola Preta recebem a bateria da G.R.E.S Império Serrano.

DISTRITO FEDERAL, Brasília - O governo enviou na quarta-feira (30) ao Congresso Nacional os projetos de lei relativos às negociações salariais de 2015. A maior parte dos servidores assinou acordos prevendo reajuste escalonado em dois anos, sendo 5,5% em agosto de 2016 e 5% em janeiro de 2017. O aumento totaliza 10,8%, porque a segunda parcela incidirá sobre o valor do salário já reajustado.

Segundo o Ministério do Planejamento, assinaram acordo 1,1 milhão de servidores, o que representa cerca de 90% dos servidores civis do Executivo Federal, tanto aposentados quanto na ativa.

As carreiras que não chegaram a um entendimento com o governo em 2015 foram Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), diplomatas, peritos federais agrários e analistas de infraestrutura e de políticas sociais.

De acordo com o Planejamento, as negociações com as representações desses servidores continuarão em 2016.

Além do reajuste de 10,8%, os servidores terão atualização dos valores do auxílio-alimentação (R$ 373 para R$ 458), da assistência à saúde (o valor médio passará de R$ 117,78 para R$ 145) e da assistência pré-escolar (o valor médio sobe de R$ 73 para R$ 321).

Os servidores receberão a primeira parcela do ajuste somente em agosto, e não em janeiro, como parte do ajuste fiscal do governo para tentar garantir superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) em 2016.

Além do adiamento, a primeira parcela do aumento está abaixo da inflação acumulada em 2015. A inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) soma alta de 10,48% em 12 meses até novembro.

Fonte: Agência Brasil - Mariana Branco

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 30/12/2015 às 04:45hs -29 visitas até 16/05/2016 )

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30