MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Em reunião com o prefeito Angelo Oswaldo, o dirigente da Secult apresentou ações voltadas para a sinergia entre Cultura e Turismo


Foto: Neno Vianna / Prefeitura de Ouro Preto

Oportunidades e projetos que buscam promover o turismo cultural de Minas Gerais, e que posicionam Ouro Preto como parte fundamental dessa estratégia, foram discutidos entre secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, e o prefeito da cidade, Angelo Oswaldo.

Em visita a Ouro Preto, o dirigente da Secult se reunião com Angelo Oswaldo e sua equipe para dialogar sobre o desenvolvimento na região por meio de ações transversais do turismo e da cultura. Patrimônio Cultural da Humanidade, Ouro Preto é uma das grandes riquezas de Minas, cidade com potencial turístico internacional.

A iluminação cênica de edifícios históricos da antiga Vila Rica, que será viabilizada por meio do projeto Luzes no Patrimônio, foi uma das pautas abordadas. O projeto irá proporcionar mais segurança para moradores e turistas, além de promover melhor fruição do incomparável patrimônio da cidade durante a noite, com iluminação adequada de praças, largos, igrejas e outros marcos do local. De acordo com o secretário, a Cemig vai elaborar o pré-projeto. “Esta iniciativa está sendo conduzida junto com o Iepha-MG e outros parceiros e já foi criado um grupo de trabalho para entender e discutir os desafios nas ações em várias frentes, como, por exemplo, a questão de cadastro das prefeituras, articulação com as empresas de telecomunicação com atuação nas áreas, o levantamento topográfico e outros”, explicou.

No que diz respeito à promoção turística, várias iniciativas práticas com o objetivo de dar visibilidade às potencialidades de Ouro Preto, como o Patrimônio, sua história, sua natureza, suas minas e suas tradições estiveram no centro do debate. Outro ponto foi o apoio à comercialização do destino, com proposta de ampliação do diálogo com o mercado para vender de forma mais estratégica as riquezas e potencialidades de Ouro Preto e região. Há também a proposta de impulsionar Ouro Preto como protagonista nas comemorações dos 200 anos da Independência do Brasil, em projetos em cooperação com universidades e órgãos nacionais.

Foram apresentadas, ainda, parcerias com a iniciativa privada na captação de recursos para fomentar a ação cultural na cidade e auxiliar no desenvolvimento e implantação desses projetos, tanto em relação ao transporte intermunicipal, como valorização das corporações musicais, festivais, incentivos para a cultura popular, dentre outros.

“Nesse ano vamos percorrer Minas Gerais e, in loco, identificar potencialidades e oportunidades de nossas regiões, para crescermos economicamente através do turismo e da cultura e trazer medidas substanciais para a recuperação pós-pandemia de nossa gente”, destacou Leônidas Oliveira.

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31