PARANÁ, Curitiba - Com profundo pesar lamentamos o falecimento neste domingo, 17 de janeiro, de Osval Dias de Siqueira Filho, o Tiomkim, pioneiro e referência no audiovisual paranaense, que atuou durante 24 anos no MIS-PR


Foto: divulgação/SECC

Nascido em Porto Alegre, ganhou a alcunha de Tiomkim ainda em terras gaúchas em homenagem ao maestro ucraniano Dimitri Tiomkim. E foi assim que ele chegou a Curitiba no início dos anos 80 para se tornar um personagem fundamental da cultura paranaense.

Jornalista, videomaker, colecionador, produtor de cinema, vídeo e fotografia, Tiomkin produziu inúmeros curta-metragens, representando o Paraná em festivais nas décadas de 1980 e 1990. Premiado em 1989 pelo Salão Curitiba Arte V, viajou até Praga, na antiga Tchecoslováquia, onde registrou o fim do Comunismo.

Em 1991, foi premiado em Vitória (ES) pelo filme “Cenas de um sonho selvagem”, e em 1997 recebeu o prêmio OCIC – Organização Católica Internacional, no Festival do Maranhão, pela obra “Rainha de Papel”, sobre Efigênia Rolim, em parceria com Estevan Silvera.

Há 25 anos, Tiomkim produzia o programa "Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema", que ia ao ar aos domingos, pela rádio Paraná Educativa. Também participou e divulgou todas as edições do Festival de Cinema da Lapa. Mesmo aposentado, nunca abandonou sua paixão pela sétima arte. Seu último projeto foi “O Fotograma Revisitado”, em que presta homenagem a 20 obras primas do cinema mundial.

Em fase de pré-produção, o documentário “Trilha Sonora Para Uma Vida Inquieta”, de Estevan Silveira, conta a trajetória artística de Tiomkim e deve estrear em abril no MIS-PR.

Tiomkin faleceu em seu apartamento no Centro de Curitiba aos 68 anos, deixando uma legião de amigos e seguidores inspirados por sua paixão pelo cinema.

Fonte: SECC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31