RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Em fevereiro o CCBB Educativo oferece atividades gratuitas, lúdicas e educativas com oficinas artísticas, contação de histórias, brincadeiras e encontros com música, dança e teatro


Visita mediada à exposição 'Chiharu Shiota: Linhas da vida [Lifelines]'(Foto: divulgação)

Para participar é necessário agendamento prévio através do site www.ccbbeducativo.com ou APP Eventim.

Na grade de atividades são destaques: as oficinas artísticas dos Lugares de Criação voltadas para crianças e suas famílias, todos os sábados a partir das 15 horas; as visitas mediadas às exposições em cartaz no CCBB-Rio; a Data Comemorativa – Dia do Rádio e o Múltiplo Ancestral - "Boi Marinho" conduzido pelo ator e dançarino Helder Vasconcelos, com muita alegria e brincadeiras para o público de casa brincar Carnaval.

A programação presencial e virtual do CCBB Educativo – Arte e Educação no mês de fevereiro traz atividades educativas e culturais para todas as idades e todos os públicos! Planejadas pela a equipe de educadores do JA.CA – Centro de Arte e Tecnologia, organização da sociedade civil sediada em Belo Horizonte e Nova Lima (MG), a programação visa estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte e da cultura e famílias.

Em diálogo com as exposições em cartaz no CCBB-Rio, a equipe do educativo oferece diariamente visitas mediadas e mediadas em Libras, para dialogar com o público sobre cada projeto, compartilhar, trocar olhares e leituras sobre a história de cada artista.

As visitas mediadas à exposição "Chiharu Shiota: Linhas da vida [Lifelines]", com 70 obras da artista japonesa, que compõem a mostra retrospectiva "Linhas da Vida", do início de sua produção artística aos dias atuais são: segundas, quartas-feiras e sábados, às 16h, e quintas e sextas-feiras, às 12h (sendo que a visita de sábado, às 16h é acessível em libras). As visitas mediadas poderão ser agendadas até o dia 19 de abril.

Para a mostra "Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau", que oferece ao público a possibilidade de explorar e conhecer o vasto acervo com 100 obras do pintor tcheco cedidas pela Fundação Mucha, as visitas são: às segundas, sábados e domingos, às 12h, quintas e sextas-feiras, às 16h (sendo que a visita de quinta-feira, às 16h é é acessível em Libras).

É a maior coleção do artista reunida e apresentada pela primeira vez no Brasil, em temporada até 28 de fevereiro.

As visitas mediadas patrimoniais são às quartas, às 12 horas e aos domingos, às 16h. A visita "CCBB e a Cidade: O Centro Cultural Banco do Brasil e a cidade do Rio de Janeiro" apresenta ao público um percurso que permitirá conhecer a história do CCBB Rio de Janeiro, explorando aspectos de sua arquitetura, em diálogo com seu território e os elementos que integram seus espaços e que constituem um importante patrimônio das artes e cultura no país. Toda quarta-feira, às 12h e o ponto de encontro é na Bilheteria.

Já as visitas Patrimoniais Museu BB: Percursos da história do Brasil são aos domingos, às 16h e percorre as exposições de longa duração do Museu Banco do Brasil, 'Galeria de Valores' e 'O Banco do Brasil e sua História', abordando a trajetória nacional a partir da memória do Banco e da coleção de numismática, destacando personalidades e objetos de seu rico acervo. O ponto de encontro é no saguão do 4º andar.

As visitas acessíveis em Libras são às quintas e sábados, às 16h. Nas terças-feiras o CCBB está fechado para visitação.

Neste momento, em que protocolos especiais de visita e permanência são necessários para a segurança de todos nós frente ao COVID 19, as atividades presenciais têm número de participantes reduzidos e regras para agendamento e participação de acordo com as orientações governamentais locais. Por outro lado, a programação digital traz uma nova abrangência, possibilitando acesso de públicos de todo o território nacional.

Programação completa disponível no site: www.ccbbeducativo.com

Além de visitas mediadas e mediadas em Libras, o programa do educativo oferece também em seu portal (www.ccbbeducativo.com), uma vasta programação mensal com diferentes temáticas. Confira a programação do mês de fevereiro e participe!

As oficinas do Lugar de Criação oferecem vivências para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural, que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade. Todos os sábados, das 15h às 16h, para até 12 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM. A classificação indicativa é Livre e indicada para pessoas acima de 3 anos. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até 03 pessoas de sua família, com o mesmo ingresso.

Dia 06 de fevereiro – Oficina de histórias com encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

Dia 13 de fevereiro – Oficina de saberes - Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições em cartaz.

Dia 20 de fevereiro – Jogos de Arte - Encontros voltados à criação em artes, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

Dia 27 de fevereiro – Oficina de Artes, com exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.

No sábado, dia 13 de fevereiro, às 10 horas, a Data Comemorativa – Dia do Rádio vai oferecer ao público acima de 5 anos, uma oficina de criação sonora produzidas por vozes e músicas que ficarão nas mentes e corações. Sintonize nesta frequência e participe!

O rádio é um dos mais conhecidos meios de comunicação, informação e diversão, utilizados por milhares de pessoas nas grandes e pequenas cidades de todo o mundo. Na oficina que celebra esta data, os participantes poderão conhecer mais sobre a história do rádio e seu importante papel na difusão cultural do Brasil, explorando aspectos de criação sonora presentes em diferentes tipos de programação artística. A classificação indicativa é Livre e a capacidade até 12 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante pode ser acompanhado por até 03 pessoas de sua família, com o mesmo ingresso.

As ações digitais oferecidas no portal do CCBB EducativoEmCasa, também estão imperdíveis! No início do mês há atividades para acadêmicos e crianças.

Em fevereiro, o curso Transversalidades terá duas edições para professores e educadores, com módulos independentes, que abordam temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições às urgências e reflexões cotidianas. Os dois encontros são em formato webinar, para até 500 participantes e acessível em Libras. As Inscrições são através do site: www.ccbbeducativo.com A classificação indicativa é Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos.

No dia 10 de fevereiro, quarta, às 19 horas, Transversalidades - Imagem de Interface: meio é mensagem, massagem ou microtargeting, com o comunicólogo, Ramusyo Brasil.

A Imagem de Interface é uma maneira de pensar a relação com o conhecimento e com a realidade que se materializa em um determinado espaço visual-virtual com propriedades interativas e, alcance estético, ético e antropológico. Quais são as implicações da intensificação dessa "natureza" imagética para a educação, as artes e a sociedade? Boa pergunta!

Ramusyo Brasil é comunicólogo, com habilitação em Publicidade e Propaganda. É professor de Comunicação/Fotografia e Multimídia do IFMA - Campus São Luís Centro Histórico (licenciatura e médio integrado em Artes Visuais, técnico em Processos Fotográficos e especialização em Arte, Mídia e Educação). Coordenador do Núcleo de Produção Digital (IFMA/MinC/MAVAM). Coordenador do NUPPI (IFMA/CCH) - Núcleo de Pesquisa e Produção de Imagem. Pesquisador do NEAMP (PUC-SP) - Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política. Autor de artigos sobre arte, mídia e cultura.

Na quarta-feira, dia 24 de fevereiro, às 14h, o Transversalidades - Tradução e Educação em Perspectivas" terá um encontro especial com o Thiago Consiglio, Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Neste encontro, Consiglio apresentará os caminhos pelo qual desenvolveu a pesquisa que partiu de uma prática profissional e culminou em uma dissertação de mestrado. Talvez, o educador em exposições, atue como Tradutor. Partindo dessa dúvida, Consiglio considera que o reconhecimento do papel do Educador Museal no contexto brasileiro é recente, somando voz à Rede de Educadores de Museus do Brasil (REM-BR) e a conquista da Política Nacional de Educação Museal em 2017. Ele dissertará sobre em que medida a tradução pode fundamentar uma ação educativa a partir de três procedimentos distintos: literário, educativo e epistemológico. Uma preocupação com a linguagem em um modelo aberto, processual e plural.

Thiago Consiglio possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) campus Sorocaba e graduação em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo pela Universidade de Sorocaba (UNISO). Atualmente faz parte do Grupo de Pesquisa "Educação Museal: conceitos, história e políticas" do IBRAM no Museu Histórico Nacional (RJ) desde 2019 e da Rede de Educadores de Museus de São Paulo (REM-SP) desde 2017. Em 2018 foi homenageado pela Câmara Municipal de Sorocaba com a Medalha de Mérito Cultural "Ademar Carlos Guerra". Desde 2013 atua na área da Educação Museal em exposições de arte, tendo desenvolvido ações educativas em diversos contextos no interior do Estado de São Paulo. Seja como educador de linha de frente, supervisionando equipes ou provocando formações continuadas, suas práticas são mobilizadas pelo conceito de Tradução enquanto metodologia educativa estabelecendo um movimento de reflexão cognitiva que articula subjetividades políticas através do sensível.

No dia 11 de fevereiro, quinta, às 10h, a Semana do Educador convida professores e educadores à conhecer virtualmente as Linhas da Vida, de Chiharu Shiota, em cartaz no CCBB Rio de Janeiro. A proposta é de formação em arte e educação para professores, educadores e coordenadores pedagógicos de escolas, projetos sociais e instituições culturais do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação. Por meio de encontros virtuais síncronos com abrangência nacional, os participantes tomam contato com as pesquisas, estratégias e metodologias utilizadas pelos educadores do programa em atividades de mediação cultural realizadas nas exposições em cartaz nos CCBBs. A participação nas atividades é gratuita e certificada, com acesso a materiais de apoio e ao Convite à Ativação, publicação do programa em diálogo com as exposições temporárias. Também são partilhadas orientações sobre agendamento de visitas virtuais síncronas para grupos de estudantes. A duração prevista é de 2horas e a classificação indicativa é Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Quinta-feira, dia 18 de fevereiro, às 14 horas tem Processos Compartilhados – Teatro e universo online – Desafios Artísticos e Midiáticos na criação coletiva e remota com Cacá Toledo. Em formato webinar o encontro estará disponível na plataforma do CCBB Educativo para até 100 participantes e será voltado para formação de artistas, educadores, críticos, produtores, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural. O convidado, Cacá Toledo traçará um panorama dos desafios para se fazer teatro de maneira parcial ou inteiramente remota a partir de suas experiências com projetos de diferentes linguagens realizados em 2020: um programa de auditório no Zoom, a adaptação de uma peça convencional para on-line, a preparação remota de um espetáculo presencial e um podcast. No encontro serão abordados temas como dramaturgia, criação coletiva, direção de arte e performance dentro desse novo meio de produção bem como as principais soluções adotadas em cada caso. A classificação indicativa é Livre e indicada para pessoas acima de 16 anos.

Cacá Toledo é ator e diretor de teatro ligado também ao universo da arte contemporânea como artista e produtor. Dirige a Cia Aberta de Teatro desde 2002, coletivo dedicado à criação colaborativa, ao humor e à interdisciplinaridade e desde o começo da pandemia da COVID-19 vem investigando formas de interação em apresentações ao vivo realizadas on-line. Colaborou como ator e/ou codiretor com Daniela Thomas, Gabriel Villela, Johana Albuquerque, Yara de Novaes, José Possi Neto, Ricardo Rizzo entre outros e produziu obras de Cao Guimarães, Vincent Rosenblatt, Juracy Dorea, Beatriz e Marcia Milhazes, Emmanuel Araújo, Lilian Maus, Marcelo Jácome, Nicola Robbio, Paulo PJ, Prozak7 e Tunga.

Sexta-feira,dia 19 de fevereiro, às 10 horas, o Lugar de Criação Criação Digital – Desenhos com Alimentos será inspirado no trabalho da artista Lygia Pape, que nos anos 60 desenvolveu embalagens de biscoitos que se tornaram clássicos do design brasileiro, a proposta desse Lugar de Criação é criarmos novos padrões de desenho, com os alimentos que temos em casa. Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos.

Dia 25 de fevereiro, quinta, às 10 horas, o "Com a Palavra" oferece a visita mediada sobre Linhas da Vida de Chiharu Shiota com a mestre em História e Crítica da Arte, Daniela Name.

Daniela Name é curadora, crítica de arte e jornalista. Editora da Revista Caju. Foi curadora das exposições "Modernismos – 90 anos de 1922", "Jogos de guerra" e "Diálogo concreto", entre outros projetos. Escritora dos livros "Amélia Toledo – Forma Fluida" (2015), "Almir Mavignier" (2013), "Norte – Marcelo Moscheta" (2013) e "Espelho do Brasil – A arte popular vista por seus criadores" (2008). A classificação indicativa é Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos.

Dia 25 de fevereiro, Quinta-feira, às 14 horas o Laboratório de crítica – Jornalismo como arte conviada a professora e jornalista Fabiana Moraes para fazer uma reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio, em diálogo com a programação do CCBB. Essa atividade busca especialmente um diálogo com estudantes de artes, jornalismo, museologia, curadoria e história. O encontro é em formato webinar com vaga para 100 participantes. A classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos.

Fabiana Moraes é professora do Núcleo de Design e Comunicação do Centro Acadêmico do Agreste (UFPE/CAA). Jornalista com doutorado em sociologia, autora dos livros ""Os Sertões"; "O Nascimento de Joicy"; "Nabuco em Pretos e Brancos"; "No País do Racismo Institucional". Faz parte do conselho da Agência Publica de Jornalismo, atua na The Intercept Brasil e na Organização ÉNOIS. Como repórter conquistou os prêmios "Cristina Tavares de Jornalismo" e o "Embratel de Cultura", e como escritora foi duas vezes finalista do "Prêmio Jabuti".

Dia 26 de fevereiro, quinta, às 10 horas, o Com a Palavra - Ivan Serpa: a expressão do concreto convida a doutora em Artes Visuais e Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, Daniela Bousso, para participar das visitas mediadas a exposição que chega ao CCBB-SP, no dia 03 de fevreiro. A classificação indicativa é Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos.

Daniela Bousso é doutora em Artes Visuais e Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, integra Júris em Artes Visuais, colabora com o Canal Contemporâneo e com a revista Select. Docente no curso de pós graduação "Estéticas tecnológicas" da PUC-SP, coordena, também, o curso independente "De Leonardo ao digital" no Instituto Cervantes. É especialista em planejamento e estratégia de políticas institucionais e corporativas para a arte contemporânea.

Dia 27 de fevereiro, sábado, às 10 horas, o Múltiplo Ancestral – Boi Marinho com o músico, ator e dançarino, Helder Vasconcelos oferece ao público de casa uma atividade dançante, alegre e pra lá de musical! São trocas ligadas a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o patrimônio material e imaterial, fortalecendo a relação do sujeito com a diversidade.

Podemos dizer que a brincadeira do Boi, é uma das manifestações mais expressivas e representativas da diversidade cultural do Brasil. Acontece nos mais variados contextos, fazendo parte das principais festas populares, religiosas ou profanas, e está presente em todos os estados do Brasil. Mas mesmo dentro de toda essa diversidade, com cada lugar tendo um jeito particular de atuar, a reconhecemos sem questionamentos. Simplesmente é um Boi! Garantia de encontro com música, dança, teatro e festa. Percebendo essa característica e vendo também como um espaço de possibilidade de uma criação nova, Helder Vasconcelos criou sua brincadeira de Boi em 2000. Um Boi para brincar Carnaval com elementos de diversas tradições populares, especialmente o Cavalo Marinho. O resultado é uma brincadeira original e única. As canções, danças, versos, figurinos e encenação do Boi Marinho trazem novos ares para o Carnaval pernambucano. A fórmula é a forte relação que Helder tem com as tradições que se relaciona, junto com sua criatividade e seu potencial de inovação, já conhecido em outros trabalhos, como o grupo musical Mestre Ambrósio. Uma importante característica dessa brincadeira é ser aberta e sem nenhuma exigência para participar dela no Carnaval. Outra característica é que a brincadeira absorveu com o passar do tempo foi o improviso musical-poético no formato de marcha e samba como é feito no Maracatu Rural.

A classificação indicativa é Livre e indicada para pessoas acima de 3 anos

Helder Vasconcelos é músico, ator e dançarino; ́um dos formadores do grupo musical de Pernambuco Mestre Ambrósio, com quem trabalhou de 1992 a 2003, excursionou pela Europa, Estados Unidos e Japão, tocou nos principais palcos e eventos brasileiros e gravou três CDs. Credita sua formação ao aprendizado não acadêmico das brincadeiras de Cavalo Marinho e Maracatu Rural e ao estudo da arte do ator com o grupo Lume da Unicamp, Campinas-SP. Em carreira solo, criou os espetáculos "Espiral Brinquedo Meu" (2004), "Por Si Só" (2007) e "Eu Sou" (2016). Em parceria com o Batebit Artesania Digital vem desenvolvendo instrumentos digitais de música e dança. É fundador e coordenador do grupo Boi Marinho, que participa do Carnaval pernambucano desde 2000. No cinema, atuou nos longas "Baile Perfumado", "O Homem que Desafio o Diabo" e "A Luneta do Tempo" e "Entre Irmãs". Desenvolve um trabalho de formação, por meio de oficinas, cursos e vivências desde 1998. Atua também na criação de trilhas sonoras e como consultor, preparador, diretor. Como palestrante participou dos TedxUFPE de 2015 e 2017.

Serviço
Visitas Mediadas - CCBB Rio de Janeiro
Duração: 1h
Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio pela internet, www.eventim.com.br
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 5 anos

Chiharu Shiota: Linhas da vida [Lifelines] - até o dia 19 abril
Dias: segundas, quartas e sábados, às 16h, e quintas e sextas, às 12h
Sábado, às 16h é acessível em libras.
Alphonse Mucha: O legado da Art Nouveau – até o dia 28 de fevereiro
Dias: segundas, sábados e domingos, às 12h, quintas e sextas-feiras, às 16h
Quinta-feira, às 16h, acessível em libras.

Patrimonial:
Visita Patrimonial CCBB e a Cidade: O Centro Cultural Banco do Brasil e a cidade do Rio de Janeiro
Horário: quartas, às 12h
Ponto de encontro: Bilheteria

Visita Patrimonial Museu BB:
'Galeria de Valores' e 'O Banco do Brasil e sua História'
Horário: domingos, às 16h
Ponto de encontro: Saguão do 4º andar - Inscrições em: www.ccbbeducativo.com

Visitas Mediadas em Libras
Quintas e Sábados às 16h (Libras)
Para a exposição: Chiharu Shiota: Linhas da vida [Lifelines] - sábado, às 16h
Para a exposição: Alphonse Mucha: O legado da Art Nouveau – quintas às 16h
Duração: 1h
Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio pela internet, www.eventim.com.br
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 5 anos.

Lugar de Criação
Sábados
Horário: às 15h00
Duração: 1h
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos
CCBB Rio de Janeiro - Capacidade: 12 pessoas, mediante agendamento prévio pela internet, www.eventim.com.br. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante pode ser acompanhado por até 03 pessoas de sua família.
Dia 06 de fevereiro – Oficina de histórias com encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

Dia 13 de fevereiro – Oficina de saberes - Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições em cartaz.

Dia 20 de fevereiro – Jogos de Arte - Encontros voltados à criação em artes, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

Dia 27 de fevereiro – Oficina de Artes, com exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.
Lugar de Criação (Digital) – Desenhos com Alimentos será inspirado no trabalho da artista Lygia Pape
Sexta-feira,dia 19 de fevereiro, às 10 horas
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos
Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo www.ccbbeducativo.com

Data Comemorativa – Dia do Rádio
Dia 13 de fevereiro (sábado) - Horário: 10 horas,
Duração: 1h
Capacidade: 12 pessoas, mediante agendamento prévio em www.eventim.com.br. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante pode ser acompanhado por até 03 pessoas de sua família.

Semana do Educador – Online
Dia 11 de fevereiro, quinta, às 10h00: Linhas da Vida de Chiharu Shiota, em cartaz no CCBB Rio de Janeiro.
Duração: 2h
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos
Acesso: Evento gratuito.
Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Transversalidades - Imagem de Interface: meio é mensagem, massagem ou microtargeting, com Ramusyo Brasil
Dia 10 de fevereiro, quarta-feira, às 19 horas
Duração: 2h
Encontro em formato webinar.
Acessível em Libras
Vagas: 500
Inscrições: www.ccbbeducativo.com
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos
Local: redes do CCBB e site do Programa CCBB Educativo - Arte & Educação

Transversalidades - Tradução e Educação em Perspectivas" com o Thiago Consiglio
Dia 24 de fevereiro, quarta-feira, às 14 horas
Duração: 2h
Encontro em formato webinar.
Acessível em Libras
Vagas: 500
Inscrições: www.ccbbeducativo.com
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos
Local: redes do CCBB e site do Programa CCBB Educativo - Arte & Educação

Processos Compartilhados - Teatro e universo online – Desafios Artísticos e Midiáticos na criação coletiva e remota - Com Cacá Toledo
Dia 18 de fevereiro, quinta, às 14 horas
Duração: 3h
Encontro em formato webinar.
Vagas:100
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos
Acesso: Evento gratuito. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Com a Palavra - Sobre Linhas da Vida de Chiharu Shiota – CCBB Rio de Janeiro
Com Daniela Name
Dia 25 de fevereiro, quinta, às 10 horas (lançamento nas plataformas)
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos
Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo
Acesso: Evento gratuito
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos

Com a Palavra - Sobre Ivan Serpa: a expressão do concreto – CCBB São Paulo
Com Daniela Bousso (SP)
Dia 26 de fevereiro, quinta, às 10 horas (lançamento nas plataformas)
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos
Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo
Acesso: Evento gratuito
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 10 anos

Laboratório de Crítica (Digital) – Jornalismo como Arte - Com Fabiana Moraes
Dia 25 de fevereiro, Quinta, às 14 horas
Duração: 3h
Vagas: 100
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos
Acesso: Evento gratuito. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Múltiplo Ancestral - Boi Marinho - Com Helder Vasconcelos
Dia 27 de fevereiro, sábado, às 10 horas (lançamento nas plataformas)
Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 3 anos
Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio
Rua Primeiro de Março, 66 - (21) 3808-2020 (Devido a pandemia do Coronavírus (COVID-19), o CCBB está fechado ao público).
www.bb.com.br/cultura/
www.twitter.com/ccbb_rj/
www.facebook.com/ccbb.rj
Programação completa: http://ccbbeducativo.com

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31