SÃO PAULO, São Paulo - Ao lado do editor e tradutor estarão Ana Elisa Ribeiro, Bel Santos Mayer, Camile Mendrot e Luiz Gonzaga Godoi Trigo


Foto: divulgação/Publishnews

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou nesta segunda-feira (15), Marcos Marcionilo como o novo curador do Prêmio Jabuti. O editor e tradutor traz para o mais importante prêmio do livro brasileiro a experiência de uma trajetória de 42 anos no mercado editorial.

"Ao conhecer por dentro o Prêmio Jabuti em três edições consecutivas - 2018 a 2020 -, dou-me conta de seu lugar e peso nas várias esferas de nossa cultura. Sessentão já, o Jabuti vem se transformando em um instantâneo anual das questões que movem o Brasil", comenta Marcionilo.

Ao seu lado, trabalharão na 63ª edição do Prêmio, as educadoras Ana Elisa Ribeiro, Bel Santos Mayer e Luiz Gonzaga Godoi Trigo e a editora Camile Mendrot, que já fazia parte do time.

A porta de entrada de Marcos Marcionilo no mundo do livro foi pelo seminário. Ainda jovem, ele deixou Pernambuco, sua terra natal, para ser padre e acabou virando editor. “Eu entrei pro mundo do livro por obra e graça desse tempo de vida religiosa porque eu estudava com os padres paulinos que eram à época os proprietários das edições Paulinas e que hoje são a Paulus Editora. Eu aprendi a trabalhar com textos e com os livros no convento”, lembrou durante a sua participação no PublishNews Entrevista que foi ao ar em junho do ano passado.

Marcionilo é graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Sua carreira no mercado editorial é marcada por diversas vertentes: escrita, edição, ensino de línguas, linguagem e linguística. É sócio-fundador da Parábola Editorial e se define, de forma bem-humorada, como "o mais antiacadêmico entre os editores acadêmicos".

Assista abaixo à entrevista que ele concedeu a André Argolo no ano passado:
https://youtu.be/mXCZOKy6igA

Fonte: Publishnews

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30