MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Os espaços culturais do Circuito Liberdade, em Belo Horizonte, continuam fechados para ações presenciais, devido às restrições impostas pelo período de pandemia

Apesar disso, os equipamentos seguem com diversas iniciativas on-line, levando arte e cultura para a casa das pessoas.

Até 9 de maio, a Casa Fiat (http://www.casafiatdecultura.com.br/) apresenta a exposição virtual INsignificâncias, no qual elementos muitas vezes invisíveis no dia a dia são reinventados pelo trabalho da artista plástica Carol Peso, que resgata esses elementos em suas obras com recortes únicos e cores fortes, em uma construção subjetiva de imagens fotográficas. Na exposição virtual, o público encontrará uma seleção de 16 pinturas em tinta acrílica sobre tela, que convidam à atribuição de novos significados e olhares para esses cenários urbanos. Estão sendo oferecidas visitas virtuais mediadas (videoconferência) às quintas-feiras, com inscrições pelo site da Sympla.

O CCBB continua com sua exposição sobre a vida e obra da artista Yara Tupinambá, até 20 de maio. A mostra conta com 74 de suas obras, entre quadros, gravuras, alguns de seus mais importantes painéis e uma série inédita sobre os parques municipais de Belo Horizonte. O tour virtual é gratuito e acontece pelo site www.yararupinamba.org.

O Memorial Minas Gerais Vale apresenta no dia 25, às 11h, no canal do Youtube da instituição (https://www.youtube.com/channel/UCYSzzu-rRNRwyYjh-J5nZzA), o Show de Camila Rocha Quarteto. A artista apresentará um projeto próprio, com composições autorais, além de releituras de grandes nomes, principalmente da música brasileira. A contrabaixista será acompanhada por Luadson Constancio (teclado), Lucas de Mello (guitarra) e Paulo Fróis (bateria). Integra o projeto Memorial Instrumental, com curadoria de Juliana Nogueira.

Já quem curte literatura não pode perder o projeto Letra em Cena on-line, no dia 13 de abril, às 20h, sobre a obra de João Ubaldo Ribeiro (1941 – 2014), romancista, cronista, roteirista e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL), sob o olhar do cineasta e membro da ABL Cacá Diegues. A conversa com o curador do programa literário do Minas Tênis Clube, José Eduardo Gonçalves, será transmitida no canal oficial do Minas no YouTube (minastcoficial).

Confira abaixo outras atrações virtuais presentes nos equipamentos do Circuito Liberdade:

CCBB
Oficinas do “Lugar de Criação”
As oficinas do Lugar de Criação serão transmitidas ao vivo, por meio da plataforma Zoom. Dessa forma, os participantes podem fazer tudo em casa, com instruções dos educadores. As atividades são transmitidas todo sábado, às 14h30. A classificação é livre, com indicação para pessoas acima de 3 anos. Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Oficina de Histórias: leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais. Data: 3 de abril, às 14h30.

Oficina de Saberes: produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições do CCBB. Data: 10 de abril, às 14h30.

Jogos de Arte: Na oficina Jogos de Arte será possível explorar brincadeiras e jogos de criação de várias maneiras. A equipe educativa conduz uma experiência que envolve estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita. Data: 17 de abril, às 14h30

Oficina de Artes: os participantes têm acesso a exercícios de experimentação com os educadores, envolvendo materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens. Data: 24 de abril, às 14h30

Lugar de Criação: As Cores do Tempo
Neste mês, no Lugar de Criação Digital, o CCBB Educativo propõe uma atividade inspirada em pintores impressionistas. Para isso, as crianças usarão cores e a luz do sol, de forma que possam se divertir em casa. O público poderá acessar, a partir do dia 16 de abril, às 10h, a atividade As Cores do Tempo. O acesso é gratuito e a atividade pode ser conferida pelo site www.ccbbeducativo.com.br.

Programa CCBB Educativo – Laboratório de Crítica
"Crítica de teatro, escrita criativa" – com Daniele AvilaSmall
Dando continuidade às discussões sobre críticas de arte, o CCBB Educativo apresenta edição do “Laboratório de Crítica” com o tema “Crítica de teatro, escrita criativa”. A curadora e crítica Daniela AvilaSmall é a convidada, em transmissão que acontece no dia 15 de abril, às 14h. Em formato de webinar, naplataforma Zoom, o público deve se inscrever pelo site (www.ccbbeducativo.com.br). A participação é gratuita. A crítica tem sido objeto de reflexão da crítica e curadora de teatro Daniele AvilaSmall desde o início da sua pesquisa, que resultou na publicação do livro O crítico ignorante – Uma negociação teórica meio complicada (7Letras, 2015), e ao longo das atividades da revista eletrônica Questão de Crítica (desde 2008).

Academia Mineira de Letras
“22 Entrevistas no Bicentenário da Independência”
O bicentenário da Independência do Brasil será celebrado em 2022. Considerando a importância da data, a Academia Mineira de Letras preparou uma programação de um ano e meio para falar sobre o assunto. O projeto “22 entrevistas no Bicentenário da Independência” terá início no dia 21 de abril com bate-papos conduzidos pelo presidente da AML, Rogério Faria Tavares, e convidados que são referência nos assuntos abordados. As transmissões serão pela plataforma Zoom e poderão ser acompanhadas pelo YouTube da AML. A primeira edição do projeto “22 entrevistas no Bicentenário da Independência” recebe Lucas Figueiredo, no dia 21 de abril, às 19:30 horas. O tema será o seu livro, “O Tiradentes, uma biografia de Joaquim José da Silva Xavier” e o conhecimento que o autor acumulou a respeito. Acesso: Youtube.com/c/AcademiaMineiraDeLetras

Palestra “120 anos da invenção de Murilo Mendes”
2021 é um ano de muitas datas marcantes da literatura brasileira. Entre elas, estão os 120 anos do nascimento do escritor Murilo Mendes. Em homenagem à ocasião, a Academia Mineira de Letras convida a pesquisadora e escritora Marisa Timponi para apresentar a palestra “120 anos da invenção de Murilo Mendes”. O vídeo pode ser conferido no YouTube da AML a partir do dia 15 de abril, às 11h.

Minas Tênis Clube
Letra em Cena on-line
Letra em Cena on-line apresentará, no dia 13 de abril, às 20h, a obra de João Ubaldo Ribeiro (1941 – 2014), romancista, cronista, roteirista e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) sob o olhar do cineasta e membro da ABL Cacá Diegues. A conversa com o curador do programa literário do Minas Tênis Clube, José Eduardo Gonçalves, será transmitida no canal oficial do Minas no YouTube (minastcoficial).

Espaço do Conhecimento UFMG
Sábado com Libras: O parâmetro movimento na Libras"
No dia 24 de abril, às 10h, a oficial apresentará algumas características da Libras, língua de sinais. Ela possui cinco parâmetros que serão apresentados aos presentes, com destaque para o movimento que pode acontecer ou não durante a realização de um sinal. Na oficina "O parâmetro movimento na Libras" serão apresentadas estratégias e dicas para a utilização do movimento na Libras através de jogos práticos. A oficina virtual é uma ação do Núcleo de Ações Educativas e do Núcleo de Astronomia do Espaço do Conhecimento UFMG. Ela acontecerá na plataforma Zoom com inscrições abertas a partir do dia 19 de abril, pela página https://www.ufmg.br/espacodoconhecimento/acontece/sabado-com-libras Indicada para pessoas acima de 8 anos com conhecimento básico de libras.

Espaço em Rede - Oficina "Brincando de Contar Histórias"
Contação de histórias mesclada com brincadeiras que ajudarão na construção de narrativas, abordando como as diversas culturas pensaram a criação do mundo e dos seres humanos. A atividade se baseia na instalação “Cosmogonias’’, presente no segundo andar do Espaço do Conhecimento UFMG, na exposição “Demasiado Humano”. Nessa instalação, são apresentadas as histórias de criação de cinco culturas: a Yorubá, a Maxacali, a Maia-Quiché, a Grega e a Judaico-Cristã. O evento acontece no dia 10 de abril, às 10, pela plataforma Zoom. Inscrições pelo formulário https://forms.gle/DEvqfkerv63xEFnm7 Indicado para pessoas acima de 8 anos.

Descobrindo o Céu - lives semanais de Astronomia
Temas de abril:
01/04 - Distâncias e tamanhos: do Sistema Solar à Via Láctea
08/04 - Do que são feitos os gases e poeiras do meio interestelar
15/04 - Planetas anões
22/04 - Qual a relação entre atividade solar e auroras boreais?
29/04 - Grupos de Astronomia em Belo Horizonte - Parte 4
Sempre às 17h

Memorial Minas Gerais Vale
Verdade ou consequência?
A ação acontece no instagram do MMGV, no dia 1º de abril, às 10h. Pensando no tempo presente de crise, no qual a realidade é moldada e manipulada com as famosas fake news(que podem resultar em criação de conflitos, cortinas de fumaça para assuntos importantes e subversão da verdade), propomos uma reflexão sobre essa data. Não apenas uma ode à mentira, mas sobretudo para levantar discussões acerca dos impactos negativos e refletir sobre o poder que a mentira possui na sociedade.

Música para Brincar, com Quintal da Guegué
A ação acontecerá no canal do Youtube do MMGV, nos dias 10, 17, 24 e 25/4, às 16h. Em meio à música, a bonecos e a adereços, o Quintal da Guegué convida a plateia a participar ativamente da cena, transformando cada encontro numa celebração à alegria! Música para Brincar foi criado a partir de brincadeiras e canções que convidam a criançada para uma vivência ativa do início ao fim! Integra o projeto Eu, Criança, no Museu!

Bate papo com Pelé
Para o mês de abril, o Diversidade Periférica convida Fabiano Valentino, mais conhecido como Pelé, para um bate-papo sobre sua arte, que reflete o cotidiano das favelas e as relações no contexto urbano entre a “Favela e o Asfalto”. Pelé nasceu em Belo Horizonte e é artista plástico autodidata, muralista e arte-educador. A conversa será realizada no dia 24/4, às 18h, no canal do youtube do MMGV.

Sementes da Diáspora (com legenda descritiva das imagens)
Toda quarta-feira, às 11h, O Educativo do MMGV realiza a ação Sementes da Diáspora. Iniciada em 2019, consiste numa instalação na qual, a partir de cards (envelopes com sementes de plantas de origem africana estampadas com imagens e informações sobre personalidades afro) instalados no Baobá construído pelo Educativo, o visitante é convidado a “colher” essas sementes e refletir sobre o apagamento do protagonismo negro em nossa história. Nesses tempos de distanciamento social por causa da pandemia, a ação continua de forma virtual, nas redes sociais do Memorial Vale, com legenda descritiva.

Dicas Pretas (com legenda descritiva das imagens)
Essa ação acontece todas as sextas-feiras, às 10h, com divulgação, a partir de pílulas, com dicas de livros, filmes e outros recursos com temática étnico-racial e produzidos por pessoas negras, dando um destaque para produções literárias destinadas ao público infantil.

Biblioteca Pública de Minas Gerais
Diálogos com o SEBPMG
A edição de abril do projeto Diálogos com o SEBPMG amplia as fronteiras do incentivo à leitura e recebe a bibliotecária portuguesa Inês Vila. Iniciativa do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais de Minas Gerais (SEBPMG), o encontro virtual será realizado na quinta-feira (8/4), a partir das 14h. Durante a palestra, a convidada vai contar um pouco mais sobre sua experiência com o trabalho realizado na Câmara Municipal do Porto (Portugal), onde chefia a Divisão Municipal de Bibliotecas e coordena diversas atividades de incentivo à leitura. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até às 12h de quarta-feira (7/4), por meio de preenchimento de formulário on-line disponível neste link. As vagas são limitadas, e o convite será enviado para as pessoas inscritas no dia anterior à atividade.

Museu das Minas e do Metal
Visitas Virtuais Mediadas
As visitas virtuais acontecem às quartas, às 10h30 e 14h30; quintas e sextas, às 14h30. Com duração média de 50min e traduzidas em Libras, as visitas virtuais mediadas acontecem diretamente nos espaços expositivos do Museu e podem ser acompanhadas pela plataforma Zoom ou Google Meet. As visitas também estão abertas a grupos (escolares ou não). No mês de abril, o Educativo oferece três diferentes roteiros: “Diversidade Mineral”, que apresenta parte do acervo mineral do Museu; “O Prédio Rosa: patrimônio, memória e arquitetura”, que irá revelar as belezas arquitetônicas de um edifício histórico de 1897; e “Vetor Vivo: corpo, aço e estruturas em movimento”, que mostra um olhar detalhado entre as estruturas que compõem nosso corpo, os minerais e o Prédio Rosa. Inscrições individuais: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfdSZ-ZgVVYxN9HC_mDmO2TRUrz66aAa0gMf6UbRDufFh32Jg/viewform Inscrições para grupos pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Live: Histórias de Restauros, com Rosângela Reis Costa - Grupo Oficina De Restauro
A Live acontece na quinta-feira, 1 de abril, às 15h, no youtube do MM Gerdau. O encontro virtual vai contar a longa história do Grupo Oficina de Restauro, que tem contribuído para que muitos outros possam escavar e decifrar segredos, além de contar sobre a atual restauração no MM Gerdau e sobre o que as paredes do nosso Prédio Rosa, edifício de 1897, contam. A transmissão acontece ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Live: Ainda é Possível?
A live acontece no dia 8 de abril, às 19h. Há uma década, o programador cultural António Pinto Ribeiro, escritor do livro "Questões Permanentes: ensaios escolhidos sobre cultura contemporânea", fez uma pergunta - Programar em nome de quê? O ensaio aponta questões àquela época sobre o que a história da programação nos diz, sobre a programação e seus objetivos de felicidade, sobre a programação cultural e sua falha frente aos desvios humanos. Agora em 2021, temos vivido uma dezena de questões. Muitas delas sobre a nossa própria existência. As janelas de transmissão serão abertas ao diálogo entre Clarisse Marinho, diretora de Extensão das Artes da Secretaria de Patrimônio Cultural e Turismo de Itabirito-MG; Karla Bittar Silveira, gerente de Cultura do SESI-Cultura, KeynaEleison, diretora Artística do MAM - Museu de Arte Moderna-RJ e Milena Lago, gerente de Programação da Fundação Clóvis Salgado - Palácio das Artes e Serraria Souza Pinto. Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Live com a artista Isabela Prado e o Geógrafo Alessandro Borsagli
No dia 15 de abril, no canal do Youtube do MM Gerdau, às 19h, a artista visual Isabela Prado e o geógrafo Alessandro Borsagli contam sobre os processos criativos da artista e o diálogo permanente com o geógrafo para a construção do projeto "sobre o rio". O projeto olha para a cidade de Belo Horizonte e decifra seus rios canalizados a partir de intervenções no meio urbano, que ora se tornam diluídas no ir e vir, como a própria água, ora são pontos que acenam para os nossos sentidos críticos no incentivo à reflexão sobre a construção das cidades. O encontro é uma proposta do Programa CoMciência do MM Gerdau, que atua para a divulgação científica, a descomplicação das ciências e contribui para um diálogo entre arte, ciência e tecnologia.

Live: Balangandãs, Jóias de Crioula com Nath Grillo
Joias de crioula afro-brasileiras é um termo utilizado como referência aos adornos confeccionados no Brasil Colonial dos séculos XVIII e XIX para peças como colares, pulseiras, brincos, anéis, entre outras, de uso das mulheres africanas ou brasileiras em condição de escravizadas daquela época. Nath Grillo, pesquisadora das tradições negro-africanas, é convidada da programação cultural do MM Gerdau para contar um pouco sobre as histórias no trânsito entre os conhecimentos das mulheres africanas sobre joias e as confecções que atualmente são identificadas como o início de uma referência do design da joia brasileira. O bate papo acontece no dia 22 de abril, às 19h, ao vivo no nosso canal do YouTube. Assim como toda a joalheria produzida, os balangandãs dão identificação aos contextos espirituais, sociais e econômicos da época.

Oficinas
Dança60 (Eixo Oficinas Livre Expressão)
A dança sempre foi uma das atividades preferidas das pessoas 60+. Não é à toa que os bailes mais elegantes e bons perduraram até bem pouco tempo com o público nesta faixa-etária. Dançar é uma forma de exercitar o corpo de forma lúdica e prazerosa, além de expressar sentimentos que por muitas vezes ficam escondidos ou aprisionados em nossos pensamentos. Dançar não só oxigena o cérebro como também a alma. Nesta oficina, técnicas fáceis serão ensinadas de forma bem didática a fim de fazer você se movimentar do jeito que você quiser, mas com elegância pra fazer “bonito na pista”.

06 de abril, 09h às 11h
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom.

Teatro60
A expressão corporal nos ajuda a nos posicionar perante o outro, perante o mundo e perante a vida. O teatro tem efeito super positivo capaz de mobilizar os seniores. O teatro, resguardando o poder de experimentar papéis e relações, traz uma outra forma de se pensar o envelhecer.

07 e 28 de abril, 09 às 11h
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom.

Cine60
A arte do cinema, não somente nos encanta, como é capaz de nos trazer auto realizações para a saúde integral. Principalmente, tratando-se do público maduro. Para os seniores, observar, viver e reviver na imaginação e memória, além de compartilhar e dialogar sobre lembranças da vida como um todo, pode gerar saúde mental, psicológica, cognitiva e social. Isso é relatado por vários estudos sobre arte e saúde. Sessões de cinema comentadas que estimulam todos nós (pessoas 60+ ou não) a se ocuparem da arte a fim de lidarmos melhor com nossos sentimentos e emoções enquanto envelhecemos. O cinema, por estudos, ajuda a praticar habilidades empáticas através da identificação com as narrativas apresentadas nos filmes escolhidos em comparação com nossas vidas.

13 de abril, terça-feira, 09 às 11h}
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom.

Coral60
Cantar é a expressão mais completa e direta que conseguimos ter! Ouvir e reconhecer-se a partir de sua própria voz, saber modular sentimentos e conectar o pensamento à ação adquirindo mais segurança pessoal. O grupo ajuda no processo de encorajamento e identidade pessoal. Além de exercitar a socialização e o protagonismo 60+, ou seja, estimular o potencial sênior para a renovação de perspectivas sobre o existir.

14 de abril, quarta-feira, 09 às 11h
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom

Corpo & Canto60 (Eixo Oficinas Livre Expressão)
Quem canta seus males espanta! Cantar é reconhecer-se no som e nos movimentos que se faz com a boca, nas palavras proferidas e nas suas tonalidades. Mas cantar também é reconhecer o corpo, é oxigenar as células e visualizar novas janelas abertas para a existência. Nesta oficina, o canto será utilizado de forma terapêutica proporcionando aos participantes mais conhecimento e domínio de si através do uso de sua própria voz.

20 de abril, terça-feira, 09 às 11h
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom

Autoconhecimento60 (Eixo Oficinas Livre Expressão)
Alcançar os 60 anos não é uma tarefa simples, não é uma idade qualquer. Sessenta anos é o marco de uma trajetória em que as experiências consolidadas podem se transformar em dores ou prazeres. No Experimenta60, nós escolhemos transformar essas experiências em prazeres. Além do mais aprendendo sempre! E a oficina de autoconhecimento te convida a despertar o seu “eu” adormecido, por meio de leituras, reflexões e escrita além de conversas interativas.

27 de abril, terça-feira, 09 às 11h
Inscrições gratuitas: link sympla de cada oficina
Limite de até 30 participantes
A oficina também será realizada pelo Sympla/Zoom

Casa Fiat de Cultura
Encontros com o Patrimônio | Tapetes Devocionais: tradição e arte pelos caminhos de Ouro Preto
A ação acontece no dia 25 de abril, a partir das 11h às 12h30, por videoconferência. Os tapetes devocionais são uma tradição cultural centenária, que remonta ao século XVIII, marcando as celebrações da Semana Santa em diversas regiões de Minas Gerais. Produzidos nas ruas com materiais coloridos, eles conduzem a comunidade e os turistas pelo trajeto da Procissão da Ressurreição em Ouro Preto. Para preservar as singularidades e a beleza dessa manifestação religiosa e artística, ela foi reconhecida como Patrimônio Imaterial da cidade. Sua história, seus bastidores e curiosidades serão abordados no Encontros com o Patrimônio deste mês, em uma conversa com o Secretário de Turismo de Ouro Preto, Rodrigo Câmara. Inscrições pela Sympla.

Experiência Cromática: uma imersão no universo das cores
Essa capacitação acontece no dia 20 de abril no Youtube da Casa Fiat. Serão abordados o papel das cores no cotidianos, seus fundamentos e princípios, visando aproximar os professores e interessados à linguagem cromática, por meio de estudos teóricos e práticos. Serão propostas atividades sobre o círculo cromático e outros temas relevantes.

Ateliê de Páscoa: girassol de sempre-vivas
Em comemoração à Páscoa, o Ateliê Aberto propõe, nesse dia 4 de abril, uma releitura dos tapetes de serragem colorida que cobrem as ruas de várias cidades mineiras na Semana Santa. Com uma técnica mista de perfuração e colagem, o objetivo é utilizar cravos-da-índia e sempre-vivas na confecção de um pequeno tapete de girassol, representando alegria e renovação. Uma atividade para toda a família! Acompanhe nos stories do Instagram e do Facebook.

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31