DISTRITO FEDERAL, Brasília - As imagens de Santo Amaro, Santana Mestra e Santo Antônio, que passaram por intervenções restaurativas, foram devolvidas à comunidade


Imagem sacra de Santana Mestra, parte do acervo da Igreja Nossa Senhora do Socorro (SE) - Foto: Diego Amarante

Duas celebrações marcaram as entregas das imagens de Santo Amaro, Santana Mestra e Santo Antônio às suas respectivas paróquias, em Sergipe. As imagens foram restauradas com apoio técnico e supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e recebidas pela comunidade no início do mês de maio.

A imagem sacra de Santo Amaro, padroeiro do município de Santo Amaro das Brotas (SE), cruzou a cidade de carro, em procissão, para ser reapresentada à comunidade. A imagem é parte do acervo móvel da Igreja Matriz de Santo Amaro das Brotas e bem individualizado tombado em 1942. A restauração contou com recurso financeiro resultante de campanha desenvolvida pela comunidade da paróquia, com o apoio do Iphan.


Imagem de Santo Amaro (divulgação: Iphan)

Já as imagens de Santana Mestra e de Santo Antônio fazem parte do acervo da Igreja Nossa Senhora do Socorro, tombada em 1943, localizada no município sergipano de Socorro. A imagem sacra da Santana Mestra, obra representativa em seu valor histórico e artístico, apresentava patologias que denunciavam uma degradação preocupante. Por iniciativa da paróquia, incentivada pelo Iphan, foi disponibilizado recurso próprio para a restauração do bem, tendo o apoio técnico e acompanhamento constante dos técnicos da superintendência do Iphan em Sergipe.

Em função da situação sanitária em curso, o resultado da restauração foi apresentado em um evento pequeno, que contou com a participação de alguns membros da comunidade, dos párocos Pe. Adeilson Almeida de Jesus e Pe. Adeilson Carlos Santana Santos. Também estiveram no evento a restauradora Zeyla Maria de Oliveira Machado, responsável pela concretização das ações de restauração, o superintendente do Iphan em Sergipe, Diego Amarante Santos Passos, e os técnicos do Iphan que acompanharam o procedimento. Na oportunidade, foi celebrada ainda a entronização – colocação da imagem em seu altar – de Santo Antônio, acervo da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Socorro.

As três intervenções restaurativas incluíram a execução das ações de limpeza superficial e química, consolidação do suporte, imunização, preenchimento de lacunas (próteses), nivelamento, remoção de repintura, recomposição da camada pictórica, aplicação de bolo armênio e folho de ouro e verniz de proteção. A ações nas imagens de Santana Mestra e de Santo Amaro foram realizadas pela restauradora Zeyla Maria de Oliveira Machado. Já imagem sacra de Santo Antônio foi restaurada por Luiz Carlos Santos.

As celebrações contaram com a presença dos técnicos que acompanharam o procedimento, Lauzanne Leão e Eric Ferreira, e do superintendente do Iphan em Sergipe, Diego Amarante Santos Passos. “As restaurações não teriam acontecido se não houvesse compromisso da população e da paróquia local. As imagens retornam aos seus devidos locais reforçando a cultura, a fé e o turismo religioso”, afirma o superintendente. “É esse o verdadeiro papel do Iphan, se aproximar da população e manter viva a cultura e a história brasileira e sergipana", conclui.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30