PARANÁ, Curitiba - Foi inaugurado no dia 14/05, no Parque São Lourenço de Curitiba, em cerimônia restrita a poucos convidados, o Memorial Paranista e o Jardim de Esculturas João Turin (1878-1949), local que reúne o legado desse que é um dos principais artistas paranaenses


Foto: Pedro Ribas/Prefeitura de Curitiba

Com a inauguração, o Estado ganha mais um importante espaço cultural e turístico, composto pelo Jardim das Esculturas – com obras ampliadas de João Turin –, o Memorial Paranista – área permanente de exposição das obras do artista –, além do Centro de Criatividade, o Teatro Cleon Jacques, Ateliê de Esculturas, Liceu das Artes, Loja #CuritibaSuaLinda e a Capela Paranista – em memória às vítimas da Covid-19.

A realização desse importante projeto envolveu esforço mútuo entre a Prefeitura de Curitiba e o Estado do Paraná. A Copel doou três das obras ampliadas para o Jardim das Esculturas por meio da Lei Rouanet. Outras 78 esculturas em tamanho original de João Turin, doadas para o Estado pela família Lago – detentora dos direitos autorais do artista – também foram cedidas à Prefeitura de Curitiba, sob o regime de comodato.

"Para nós, do Governo do Estado, é uma honra fazer parte dos esforços para a consolidação desse importante espaço para a memória da arte paranaense. João Turin fica definitivamente eternizado e os cidadãos e visitantes ganham mais uma opção de passeio que reúne memória, cultura e arte", afirma a superintendente-geral da Cultura, Luciana Casagrande Pereira.


Memorial paranista João Turin (Foto: Maringas Maciel)

A entrega simbólica das obras, em dezembro de 2020, marcou os 167 anos de emancipação política do Paraná, e sua inauguração oficial faz parte das comemorações dos 328 anos da capital do Estado.

Instalado em um espaço de mais de 8 mil m², o Memorial Paranista João Turin conta com quase 100 obras reunidas em uma exposição permanente, rica em informações sobre o artista, que se destacou principalmente como escultor, criando esculturas e baixos relevos sobre animais selvagens, povos indígenas e reproduções de momentos históricos.

Na parte externa, foi construído um jardim com 15 esculturas de bronze ampliadas. Duas delas ganharam proporções heroicas, como “Marumbi”, com quase 3 metros de altura e 700 quilos. Outro destaque é uma Pietá em baixo relevo, obra de 1917, cujo primeiro exemplar está na França, feito para a Igreja de Saint Martin, em Condé-sur-Noireau. É uma verdadeira relíquia, que resistiu aos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Nascido em Morretes, litoral do Paraná, João Turin é um dos principais expoentes do Movimento Paranista, que buscava construir a identidade regional do estado do Paraná por meio da arte e de símbolos locais como o pinheiro, pinhões e a erva-mate, representados na arquitetura, pintura, escultura e grafismos.


(Foto: Maringas Maciel)

Serviço
O Memorial Paranista e o Jardim de Esculturas João Turin estão instalados no complexo do Parque São Lourenço (Rua José Brusamolin s/n – São Lourenço, Curitiba).

Fonte: SECC (com informações da Prefeitura de Curitiba)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31