RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - No aniversário de 129 anos de Copacabana, Cláudio Castro divulgou também a ampliação do Segurança Presente no bairro


Foto: Carlos Magno

Durante as comemorações do aniversário de 129 anos de Copacabana, nesta terça-feira (06/07), o governador Cláudio Castro anunciou a retomada das obras do Museu da Imagem e do Som (MIS) até o fim do ano e a ampliação em seis horas no funcionamento do programa Segurança Presente no bairro, que passa a reforçar o policiamento nas ruas das 8h às 2h.

A Secretaria de Infraestrutura e Obras vai lançar, em até 90 dias, o edital para a escolha da empresa que concluirá a construção do museu até dezembro de 2022. A previsão é que o MIS seja aberto ao público no início de 2023. No total, serão investidos pelo Governo do Estado R$ 52 milhões.

- Anunciar a retomada das obras do MIS, suspensas há cinco anos, no dia do aniversário de Copacabana, é uma alegria. É um presente que esse bairro e a população merecem. Inspirado nas curvas do calçadão do bairro, o museu será mais um ponto turístico em um dos famosos cartões-postais do mundo. É um presente para todos. É, acima de tudo, a preservação da nossa cultura, tão marcada pela música e pela musicalidade do nosso povo - ressaltou o governador.

Cláudio Castro destacou ainda a importância da retomada das obras do MIS
- Além de toda a questão simbólica e cultural, demonstra uma nova confiança no Estado do Rio de Janeiro. Em breve, outras obras simbólicas serão retomadas também.

Com 70% das obras concluídas, o museu já recebeu R$ 79 milhões de recursos públicos e R$ 118 milhões captados pela Fundação Roberto Marinho junto à iniciativa privada. As duas primeiras fases incluíram demolição, fundação e execução da estrutura do edifício. A última etapa prevê serviços de revestimentos e instalações (elétricas, hidráulicas, sanitárias, de prevenção contra incêndio e especiais), sistemas de sonorização, iluminação, entre outros. Após essa fase, será feita a implantação da museografia.

- Vamos lançar no mercado sete editais, cada um com a sua função. Estamos otimistas em relação à quantidade de empresas disputando esse certame. A obra é a consolidação do turismo no Rio de Janeiro, uma cidade amada por todo o mundo. O projeto é muito singular, ofertando serviços culturais de última geração para moradores do Rio e turistas - disse o secretário de Infraestrutura e Obras, Max Lemos.


Foto: Carlos Magno

O MIS: história da cultura
Com 9,8 mil metros quadrados de área construída, divididas em oito pavimentos, a nova sede do MIS foi criada para ser um boulevard vertical. A ideia é contar a história da cultura brasileira do ponto de vista carioca. O térreo terá uma cafeteria e uma livraria. O mezanino vai abrigar uma exposição temporária. Do primeiro ao quarto piso, haverá exibições temporárias e permanentes, incluindo acervos sobre Carmem Miranda e Carnaval.

Um restaurante com a visão da Praia de Copacabana ficará no mezanino entre o quarto piso e a cobertura, que contará ainda com um cinema a céu aberto. No primeiro subsolo, o público terá acesso a um auditório/teatro, com 280 lugares, e uma boate. No segundo subsolo, ficarão os camarins.

- A notícia da retomada da obra do MIS, aguardada por todos com tanta ansiedade e expectativa, nos dá ânimo para celebrar, ainda mais, a potência do povo do Rio de Janeiro e reafirmar nossa parceria na construção deste museu. Um museu que cada dia se mostra como um instrumento importante de afirmação e valorização daquilo que temos de mais importante e potente: a nossa cultura e nossa arte – disse a gerente de Patrimônio da Fundação Roberto Marinho, Larissa Graça


Foto: Carlos Magno

Copacabana Presente
A partir desta terça-feira, o Segurança Presente começa a atuar com o horário estendido, com mais seis horas de policiamento, em Copacabana e no Leme. O efetivo de 51 agentes - com policiais militares, agentes civis e assistentes sociais - patrulha as principais ruas dos bairros como as avenidas Atlântica, Nossa Senhora de Copacabana e Princesa Isabela, além das ruas Barata Ribeiro e Toneleros.

- O funcionamento do Segurança Presente até mais tarde era uma demanda antiga dos moradores de Copacabana. Vimos que seria possível fazer mais esse turno sem grande aporte financeiro. Apertamos um pouquinho mais o cinto e trouxemos mais este benefício para o bairro, para o turismo. Quando a gente investe aqui, a gente investe no estado inteiro: mais emprego, mais interesses nos hotéis, nos bares, nos restaurantes – afirmou o governador Cláudio Castro.

Desde a sua inauguração, em 20 de janeiro de 2020, o Copacabana Presente conduziu à delegacia mais de 550 suspeitos, cumpriu 55 mandados de prisão, realizou cerca de 2,5 mil atendimentos sociais e encontrou 14 desaparecidos. No primeiro trimestre deste ano, os roubos de celulares na região registraram queda de 54%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Os roubos a pedestres caíram 45% e a estabelecimento comercial, 27%.

Fonte: Governo do Estado RJ

 

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30