RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Presidente do Instituto Histórico e Artístico Nacional, Larissa Peixoto, comunicou nesta quinta-feira (08/07), no Diário Oficial da União, o tombamento provisório do Edifício Sede da Cruz Vermelha Brasileira



Foto: https://diariodorio.com/historia-do-predio-da-cruz-vermelha/

O prédio está localizado à Praça da Cruz Vermelha, nº 10, no município do Rio de Janeiro, e o tombamento contempla a área correspondente ao lote do edifício, com indicação de inscrição no Livro do Tombo Histórico (Processo nº 01458.001178/2012-12), passando a gozar de proteção, por meio do Iphan, para os efeitos previstos, notadamente nos arts. 17 e 18 do Decreto-Lei nº 25 de 30 de novembro de 1937.

Em decorrência, eventuais intervenções nele - bem tombado - e em seu entorno devem ser previamente autorizadas pela Superintendência do Iphan no Estado do Rio de Janeiro, situada à Avenida Presidente Vargas, 3131, 4º andar, Cidade Nova - Rio de Janeiro - CEP: 20210-911.

Amparo Legal
Art. 216, inciso V, da Constituição Federal; arts. 5º ao 10 do Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937, Portaria Iphan nº 11/1986; e Decreto nº 9.238, de 15.12.2017.

Fonte: site oficial da CVB

Curiosidades
A História da Cruz Vermelha Brasileira iniciou no ano de 1907, graças à ação do Dr. Joaquim de Oliveira Botelho, espírito culto e cheio de iniciativa que, inspirando-se naquilo que testemunhara em outros países, sentiu-se animado do desejo de ver, também aqui, fundada e funcionando, uma Sociedade da Cruz Vermelha. Junto com outros profissionais da área de saúde e pessoas da sociedade promoveu uma reunião em 17 de outubro daquele ano na Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro, para lançamento das bases da organização da Cruz Vermelha Brasileira. Em reunião realizada em 5 de dezembro de 1908, foram discutidos e aprovados os Estatutos da Sociedade. Esta data ficou consagrada como a de fundação da Cruz Vermelha Brasileira, que teve como primeiro Presidente o Sanitarista Oswaldo Cruz. O registro e o reconhecimento da entidade nos âmbitos nacional e internacional se deu nos anos de 1910 e 1912, sendo que a I Grande Guerra (1914/1918) constitui-se, desde seus primórdios, no fator decisivo para o grande impulso que teria a nova Sociedade (http://www.cruzvermelha.org.br/pb/)

Fonte: Editoria RM (com informações do DOU e site oficial da CVB)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31