SÃO PAULO, São Paulo - Segunda quinzena de setembro também terá espetáculo, exposição virtual, live sobre mobilidade na pandemia e mais

O Museu da Imigração – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – promoverá uma programação diversificada na segunda quinzena de setembro. O público poderá prestigiar ações presenciais e à distância, envolvendo desde artes e educação até contação de história e mobilidade humana no cenário pandêmico.

Abrindo o cronograma do período, o profissional selecionado para o Programa de Residência Artística de 2021, Paulo Chavonga, receberá artistas migrantes para conversas sobre a temática dessa edição: “As migrações e os tijolos do racismo estrutural no Brasil”. As lives, sediadas no perfil do MI no Instagram, contarão com a presença de Shambuyi Wetu e Lavi Kasongo, congoleses, no dia 16, e Ermi Panzo (angolano) e Gloire ILonde (congolês), no dia 23. Os encontros serão às quintas-feiras e terão início às 17h.

O espetáculo “Aos professores, aos miseráveis, a Paulo, adeus” será encenado no Museu nos dias 18 e 25 (sábado), na plataforma da estação ferroviária, às 16h. Realizado pelo Núcleo Barro 3, o monólogo conta a história de uma professora de língua portuguesa convicta de que a emancipação dos sujeitos só ocorre pela via da educação. Ainda que as inscrições para essas datas estejam encerradas, a peça voltará à instituição em outras duas oportunidades em outubro.

Integrando a programação da 15ª Primavera dos Museus, a instalação artística “Avoar” será inaugurada no dia 21 (terça-feira), às 11h, reunindo as cerâmicas, em formatos de pássaros, enviadas por artesãos de todo o Brasil e da América Latina. Como resultado da ação colaborativa homônima, a proposta irá expor os itens, que contam com mensagens positivas ao próximo, até 16 e 17 de outubro. Nesse momento, os visitantes poderão levar as criações para casa mediante a doação de 1kg de alimento não perecível, a ser direcionada ao Arsenal da Esperança.

Já a partir do dia 25 (sábado), o público poderá descobrir informações acerca da maior parte das pessoas recebidas no complexo da instituição, entre 1887 e 1978, na exposição virtual “Brasileiros na Hospedaria”, que será disponibilizada no Google Arts & Culture. Com gráfico sobre as matrículas realizadas, digitalizações dos livros em que os dados foram registrados, fotografias do acervo e mais, a curadoria lançará luz sob a presença e as histórias de quem nasceu no Brasil e passou pelo local que, há 28 anos, abriga o Museu.

Assim como nos meses anteriores, a oficina de artesanato “Ponto a Ponto” está presente na programação oferecida no ambiente online. Ainda no dia 25, os educadores Bruna Marques e Luiz Gregório demonstrarão como é possível criar o macramê nó espiral, em uma aula no Zoom, às 15h. Os interessados em aprender o recurso devem se inscrever até o dia 24 (sexta-feira), às 17h.

Presencialmente e à distância, uma contação de história poderá ser prestigiada por toda a família, também no dia 25 e às 15h. Dessa vez, a mediadora do espaço “Semear Leitores”, Gabrielli Chagas, apresentará o que acontece no livro “Chapeuzinho e o leão faminto”, de Alex T. Smith, diretamente da instituição e por meio de uma live no Instagram.

Encerrando a agenda de setembro, uma nova conversa da série de lives “A situação das mobilidades humanas na pandemia” será realizada no dia 30 (quinta-feira), também no Instagram, às 17h. Na ocasião, o educador Guilherme Ramalho receberá o representante da Associação Multiplicando Esperança AME+, Elcio Careli. A pauta será a importância do serviço prestado pela organização, que atende crianças, predominantemente, de famílias migrantes na região Catumbi/Belenzinho em São Paulo. As mudanças no trabalho desde o início da pandemia, a atuação em rede e os projetos promovidos com o Museu também serão mencionados na transmissão.

Serviço
Live “Paulo Chavonga conversa com artistas migrantes”
Datas: 16 e 23 de setembro
Horário: 17h
Plataforma: Instagram

Espetáculo “Aos professores, aos miseráveis, a Paulo, adeus”
Datas: 18 e 25 de setembro
Horário: 16h
Local: Museu da Imigração

Inauguração Instalação Artística “Avoar”
Data: 21 de setembro
Horário: 11h
Local: Museu da Imigração

Exposição virtual “Brasileiros na Hospedaria”
Data: 25 de setembro
Plataforma: Google Arts & Culture

Oficina “Ponto a Ponto: macramê nó espiral”
Data: 25 de setembro
Horário: 15h
Inscrição: até 24 de setembro, às 17h
Plataforma: Zoom

Contação de História “Chapeuzinho e o leão faminto”
Data: 25 de setembro
Horário: 15h
Plataforma: Instagram
Local: Museu da Imigração

Live Série “A situação das mobilidades humanas na pandemia”
Data: 30 de setembro
Horário: 17h
Plataforma: Instagram

Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca – São Paulo/SP
Tel.: (11) 2692-1866
Funcionamento: de terça a sábado, das 9h às 18h, e domingo, das 10h às 18h (fechamento da bilheteria às 17h).
R$10 e meia-entrada para estudantes e pessoas acima de 60 anos | Grátis aos sábados
Acessibilidade no local - Bicicletário na calçada da instituição
www.museudaimigracao.org.br

Fonte: Museu da Imigração

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30