SÃO PAULO, São Paulo - Em 95 anos, Tônia Carrero (1922-2018) fez de sua vida o que queria ter feito


Tônia Carrero na peça Ela é Bárbara (1993) | foto: acervo da família

A começar por crer, ela própria, em sua vontade obstinada de se tornar artista. Artista da interpretação. Atriz – trabalho que, lá pela metade do século XX, era, para muitos, matéria de desagrado. Tônia, porém, não se importou com a aspereza alheia, tampouco esperou que a profissão a chamasse: ela escolheu os palcos. E as câmeras. Tomada por essa escolha, construiu a trajetória que o programa Ocupação Itaú Cultural, em sua 56a edição, celebra.

Por meio de fotos, vídeos, textos, documentos e demais objetos, a busca contemplar várias facetas da homenageada: da imagem de diva ao profissionalismo, da inteligência ao humor delicado, da sofisticação ao enfrentamento (da mãe e da censura, por exemplo). E, em especial, ressalta-se um de seus principais traços: a alegria de ser atriz, de surpreender a plateia, de renovar sempre as emoções (as suas e as dos espectadores).

Realizada no ano do centenário da artista, a Ocupação Tônia Carrero se estenderá ainda para uma publicação e um site, a serem lançados na abertura do projeto (13 de agosto de 2022), em um percurso que ressoa a exclamação tão usada por Tônia: ma-ra-vi-lha!

Ocupação Tônia Carrero
visitação de 13 de agosto a 6 de novembro de 2022
terça a sábado 11h às 20h
domingo e feriados 11h às 19h
piso térreo
Entrada gratuita
Itaú Cultural – Av. Paulista, 149, São Paulo
[livre para todos os públicos]
Ocupação Tônia Carrero: visitas presenciais com grupos

Fonte: Itaú Cultural

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31