RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Apresentação do Boi Brilho de Lucas, e a contação de histórias de Juliana Costa são algumas das atrações deste fim de semana


Boi Brilho de Lucas (Foto: divulgação)

Nesse mês de Agosto o Museu do Pontal fará uma viagem pelos saberes, costumes, lendas e celebrações que são entendidos como parte do folclore brasileiro e das amplas culturas populares que resistem em todo país, trazendo oficinas variadas que vão destacar a diversidade cultural e os universos da música, das tradições orais, das festas, das criações visuais e demais saberes populares.

Este fim de semana,nos dias 6 e 7 de agosto de 2022,acontecerão a apresentaçãodo Boi Brilho de Lucas, e a contação de histórias de Juliana Costa, além das Visitas Musicadas às exposições e o Baú de Brinquedos Populares, em horários pela manhã e à tarde, no sábado e no domingo.

O público poderá ainda visitar o conjunto de seis exposições “Novos Ares! Pontal Reinventado”, com mais de 2 mil obras, além de conteúdos audiovisuais, como o jogo digital interativo de danças brasileiras, em que o participante aprende passos de frevo, jongo, carimbó, chula ou funk.

DEZ MIL METROS QUADRADOS DE ÁREA VERDE
Referência internacional em arte popular brasileira, com mais de nove mil obras de 300 artistas – o maior acervo do gênero –, e de relevância reconhecida pela Unesco, o Museu do Pontal está desde outubro de 2021 instalado em um terreno de 14 mil metros quadrados, próximo ao Bosque da Barra e ao lado do condomínio Alphaville Residências, com dez mil metros quadrados de área verde, onde estão plantadas dezenas de milhares de mudas de 73 espécies nativas brasileiras.

O Museu do Pontal abriga ainda a cafeteria Divino Café e a loja de arte popular brasileira GIM Galeria Imaginária, com obras e peças de design de artistas populares contemporâneos.

O Museu do Pontal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem como patrocinador estratégico o Instituto Cultural Vale, e como patronos o BNDES, Itaú, Repsol Sinopec Brasil, e ainda a Prefeitura do Rio.


Contação de historias Juliana (Crédito: Yasmin Nascimento)

PROGRAMAÇÃO EDUCATIVA CULTURAL 6 e 7 DE AGOSTO 2022
SÁBADO, 6 DE AGOSTO

11h e 15h – Visita Musicada pela Arte e Cultura Popular Brasileira
Classificação: livre
Capacidade: dez pessoas a cada vez.
As visitas musicadas foram criadas para atender a uma demanda do público que quer conhecer mais profundamente a arte popular do Brasil. Os roteiros são adaptados às diferentes faixas etárias, e alguns temas podem ser priorizados durante a visita, de acordo com a solicitação do público. São visitas lúdicas, que mexem com a memória afetiva dos visitantes, em que são utilizados diferentes instrumentos musicais que tocam ritmos tipicamente brasileiros como samba, forró, coco, jongo, maracatu, ciranda e capoeira, entre outros, sempre de acordo com o tema abordado no acervo. Durante a visita, os participantes são estimulados a refletirem sobre a diversidade cultural brasileira, as relações entre o mundo do campo e o das grandes cidades, os processos migratórios, as diferentes profissões, as práticas sociais, as relações familiares, as festividades, a espiritualidade e, ainda, sobre questões próprias ao universo das artes plásticas, os processos criativos dos artistas e os materiais que utilizam para fazer suas esculturas.

12h e 17h – Baú de Brinquedos Populares
Classificação: livre
Os arte-educadores do Museu do Pontal estimulam a criançada a conhecerem o Baú de Brinquedos Populares. Nesta iniciativa inédita, o público infantil brinca com ioiôs, bilboquês, petecas, piões, fantoches, elásticos e cordas para pular, giz para riscar amarelinha e bambolês. As esculturas vistas nas exposições, especialmente na Brincares – brincadeiras e brincantes, enfocam várias dessas brincadeiras, e esta atividade promove um contato lúdico ao ar livre, na grande Praça-Jardim, na parte frontal do Museu. Em caso de chuva, a atividade acontece na Sala Multiuso.
16h – Boi Brilho de Lucas
O grupo Folclórico Brilho de Lucas surgiu em 1982 quando amigos decidiram fazer um boizinho de aproximadamente 30cm no bairro de Parada de Lucas. Nos finais de semana eles se reuniam para batucar, comer as comidas típicas, beber e brincar. Desta forma, as lembranças e tradições de sua terra natal Viana, no Maranhão, se mantinham vivas. Em 1987 eles decidem fazer um boi adulto que é sucesso no Rio de Janeiro até os dias atuais. A grande festa anual acontece no sábado mais próximo do dia 24 de junho, na Rua Joaquim Rodrigues, em Parada de Lucas.

DOMINGO, 7 DE AGOSTO
11h e 15h – Visita Musicada pela Arte e Cultura Popular Brasileira
12h e 17h – Baú de Brinquedos
16h – “Te Conto que me Contaram”, contação de histórias com Juliana Costa
A artista e contadora de causos Juliana Costa convida o público a entrar no universo das matas, e conhecer algumas histórias que aproximam o ser humano da natureza. Com muitas brincadeiras o público vai se transformando em parte dos contos, e ajudando a espalhar as boas histórias. “Você sabe por que existem árvores tão grandes? Ou como a cutia perdeu seu rabo? Às vezes ficamos tão longe das histórias das florestas que perdemos alguns detalhes, mas calma! Pra bom ouvinte sempre há boa história!”
Juliana Costa, moradora da Favela de Rio das Pedras, graduanda em pedagogia pela UNIRIO, pesquisadora de cultura popular e oralidade, tece seu trabalho como contadora de histórias há sete anos com base nos causos contados pelos pais e pelos seus mais velhos. Foi uma das fundadoras da Cia Ih, Contei! Contando histórias, no Segundo Turno Cultural pela Secretaria de Cultura do Município do Rio, Escola Britânica, Bibliotecas Parques, Bibliotecas Municipais, e hoje desenvolve sua carreira solo, passando pelo MAM, Festival de contação de Histórias de Itaguaí, Festival de Formas Animadas, Festival de contação de histórias de Três Rios, tendo formação em cursos como Arte do Brincante para Educadores (2021), do Instituto Brincante, e apresentado um artigo para o congresso da ABRACE de artes cênicas – “A Fala e a Corporeidade do Contador de Histórias do Cotidiano”.

Serviço
Museu do Pontal – Programação Educativa Cultural
6 e 7 de agosto

Museu do Pontal
Avenida Celia Ribeiro da Silva Mendes, 3.300, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, CEP
22790-711[ao lado do condomínio Alphaville Residências]
Quinta a domingo, das 10h às 18h (o acesso às exposições se encerra às 17h30, meia hora antes do horário de fechamento do Museu)
Ingressos pelo link https://site.bileto.sympla.com.br/museudopontal/ - gratuitos ou com contribuição voluntária
O acesso aos espaços expositivos é limitado, e para maior segurança recomenda-se o agendamento prévio.

Canais digitais
Site: http://www.museudopontal.org.br/
Instagram: @museudopontal
Youtube: www.youtube.com/museudopontaloficial
Facebook: @museudopontaloficial

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31