RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) promove, no dia 29 de março, às 14h30, a palestra "As encadernações de 1850 a 1890 presentes na coleção da Academia Imperial de Belas Artes no Rio de Janeiro: um estudo de caso do livro Coleção de cabeças de personagens ilustres", ministrada por Guilherme Alves da Costa Xavier, Fundação Casa de Rui Barbosa.

A conferência, com entrada franca, acontece na sala de cursos da FCRB. A entrada é gratuita. O evento integra a série Memória & Informação.

Sobre o conferencista
Possui o título de Bacharel em Conservação e Restauração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Teve experiência profissional no âmbito de livros raros durante estágio supervisionado pela Fundação Biblioteca Nacional de 2011 a 2013. Foi bolsista de extensão PIBEX de agosto de 2013 a fevereiro de 2014, tendo experiência na catalogação, diagnóstico e acondicionamento de documentos em suporte papel pertencentes à Faculdade Nacional de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Atualmente é funcionário da Fundação Casa de Rui Barbosa no cargo de Técnico em C&T, tendo especialidade em obras em suporte papel.

Ementa
Será apresentado de modo mais amplo o resultado referente ao trabalho de conclusão de curso do graduado em Conservação e Restauração Guilherme Alves da Costa Xavier apresentado em dezembro de 2015 para a banca na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. O objeto de pesquisa trata-se de um livro raro do século XVIII pertencente a Biblioteca de Obras Raras (EBAOR) do Museu Dom João VI da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A publicação foi adquirida como objeto de estudo pela antiga Academia Imperial de Belas Artes (AIBA). Na ocasião, o livro foi considerado um item a ser descartado decorrente do seu adiantado estado de degradação, mas ficou sob guarda temporária com os alunos do curso de Conservação e Restauração onde através de estudos preliminares verificou-se a possibilidade de restauro do objeto bem como sua raridade inserindo-a dentro do patrimônio bibliográfico mundial. A pesquisa trata de forma técnica como foi o processo de restauro, proporciona um resgate histórico da obra para a instituição e ao final através do estudo arqueológico consegue de maneira funcional e ética reconstruir a estrutura original, com cooperação de instituições e consultoria de profissionais de outros países.

Fonte: FCRB

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31