SÃO PAULO, São Paulo - Em parceria inédita com o Centro Cultural Banco do Brasil, a 18ª edição do FILE apresenta duas iniciativas que vão movimentar a capital a partir do mês de julho: o FILE PAI - Paulista Avenida Interativa, que leva trabalhos de importantes artistas digitais para a Avenida Paulista a partir do dia 18 de julho; e o FILE SOLO, modalidade inédita do festival, que trará com exclusividade para o CCBB-SP a individual 'Lawrence Malstaf – A poética da imersão', a partir do dia 22 de julho.

Utilizando-se da tecnologia de ponta como inspiração e como técnica, o premiado artista belga Lawrence Malstaf trabalha na fronteira entre a arte visual e a performática e cria experiências sensoriais e instalações instigantes que têm desafiado públicos de todas as idades.

Ao longo da história da arte, a poética de cada época tem inspirado pinturas, desenhos, fotografias e esculturas. Nos dias de hoje, no entanto, a produção artística tem achado seu lugar em meio a cabos elétricos, sensores, motores elétricos, códigos, óculos VR e toda a sorte de inventividades eletrônicas. E há 18 anos, o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica – vem confirmando essa relação cada vez mais estreita e natural entre arte e tecnologia.

Desde sua primeira edição, no ano 2000, o FILE tem apresentado exposições coletivas, com o propósito de mostrar a diversidade de expressões da arte tecnológica e fornecer uma visão abrangente da produção de cada período e em diferentes países com o desenvolvimento poético de cada artista. Durante os últimos 18 anos, no entanto, vários artistas digitais desenvolveram produções consistentes e coesas na direção da inovação e da criatividade.

Alinhado a este movimento, o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica criou uma modalidade exclusiva para o CCBB-SP, chamada de FILE SOLO, que tem como objetivo mostrar um conjunto de obras de um único artista, explorando a relação interdisciplinar entre tecnologia e criatividade.

Lawrence Malstaf; 'Nemo Observatorium'; 2000 (à esquerda) e 'Shrink' (à direita) - 2002;© Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office

A novidade, FILE SOLO, que será inaugurada com a exposição 'Lawrence Malstaf – A poética da imersão' no dia 22 de julho, vai distribuir seis instalações do artista belga entre o espaço térreo e mais três andares do prédio histórico do CCBB-SP. “A arte digital e a transdisciplinaridade nas artes são campos recentes de conhecimento – datam dos anos 1990. Mesmo assim, pode-se dizer que alguns artistas já constituíram uma trajetória consolidada neste segmento, como é o caso de Malstaf, que trabalha na inter-relação das artes visuais com a performance. O belga usa a tecnologia como inspiração para seus projetos, e o caráter interdisciplinar e inovador de sua poética foi determinante para a curadoria do FILE SOLO. A trajetória de Malstaf rumo a sua maturidade artística dialoga com a maioridade dos 18 anos do FILE. Sua obra transita por múltiplas linguagens e reúne trabalhos contundentes, que tencionam o papel do espectador e o desafiam a se tornar parte ativa das obras”, explica Paula Perissinotto, organizadora do FILE.

Dentre as obras confirmadas, está a impactante Shrink, que consiste em duas grandes folhas de plástico transparente e um dispositivo que gradualmente suga o ar     entre elas, deixando o corpo do performer embalado a vácuo e verticalmente suspenso. O visitante também poderá vivenciar a experiência de ser embalado pelo mecanismo. Um dos aspectos mais interessantes do trabalho de Malstaf é justamente este: criar experiências individuais para o visitante partir de salas e instalações sensoriais.

Outro destaque da mostra é o trabalho Nemo Observatorium. Nesta obra, o visitante entra em um ambiente cilíndrico transparente, senta-se em uma cadeira e o entorno começa a girar. Partículas brancas começam a girar em alta velocidade, criando no visitante a sensação de estar no centro de um tornado. Enquanto isso, os visitantes do lado de fora contemplam o espetáculo.

Imagem de referência da obra Little Babylon, que será montada na Av. Paulista
A iniciativa FILE PAI - Paulista Avenida Interativa, sucesso em edições anteriores, será retomada com a instalação de quatro obras interativas ao longo da Avenida Paulista, a partir de 18 de julho. O objetivo é potencializar ainda mais o acesso de públicos de todas as idades a obras de arte digital.

São destaques o trabalho Little Babylon, criado pelos grupos Rezone, ONL Architects, Air Design Studio, Marijn Moerbeek & Thomas Rutgers, da Holanda. A obra é uma estrutura inflável de 20 metros de altura que muda de cor de acordo com as hashtags enviadas pelo público; e a experiência The temptation of Saint Anthony (Les Poissons Volants – França), que vai disponibilizar, em 4 estações de metrô da Avenida Paulista, óculos de realidade virtual para o visitante fazer um verdadeiro mergulho na tela homônima do mestre Hieronymus Bosch (1450 – 1516).

A FILE PAI é, além de uma oportunidade de vivenciar arte digital gratuitamente em plena Avenida Paulista, um convite para ampliar essa experiência no FILE SOLO, com a exposição individual de Lawrence Malstaf no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo.

Imagem de referência da obra 'Little Babylon', que será montada na Av. Paulista

Serviço
FILE SOLO
Exposição: 'Lawrence Malstaf – A poética da imersão'
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo (Rua Álvares Penteado, 112 – Centro, (11) 3113-3651) | Térreo, 1º, 2º, 3º e 4º andares
Abertura: 22 de julho, às 11h. No mesmo dia, às 14h, o artista conversa com o público (haverá retirada de senhas a partir das 13h).
Período da exposição: 22 de julho a 18 de setembro de 2017
Horário: quarta a segunda, das 9h às 21h.
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita
Evite filas e agende sua visita no site ou aplicativo da EVENTIM:
www.eventim.com.br

FILE PAI – Paulista Avenida Interativa
Obra | Local | Horário
'To Reverse Yourself' | Conjunto Nacional e Av. Paulista | 10h – 17h
'Singing Tunnels' | Estação Paraíso do Metrô | 10h – 17h
'The Temptation of Saint Anthony' | Agência Banco do Brasil (Av. Paulista, 2163) e estações Brigadeiro e Consolação do Metrô | 10h – 17h
'Little Babylon | Torre Matarazzo'/Shopping Cidade São Paulo | 10h – 22h
Abertura: 18 de julho
Período da exposição: 18 de julho a 01 de agosto de 2017
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita

Sobre Lawrence Malstaf
O trabalho de Lawrence Malstaf (1972, Bruges, Bélgica) situa-se na fronteira entre o visual e o teatral. Ele desenvolve instalações e performances de arte com um forte foco em movimento, coincidência, ordem e caos, e salas sensoriais imersivas para visitantes individuais. Malstaf também cria ambientes móveis maiores, lidando com espaço e orientação, muitas vezes usando o visitante como um coator. Seus projetos envolvem a física e a tecnologia como ponto de partida ou inspiração e como um meio para ativar instalações. Lawrence Malstaf recebeu vários prêmios internacionais no campo da arte e das novas tecnologias, como o Golden Nica no Prix Ars Electronica (Áustria) e o Excellence Prize no 13th Japan Media Arts Festival (Japão).

Sobre o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica
O FILE é uma iniciativa cultural que viabiliza reflexões sobre as principais questões do universo eletrônico-digital desde o ano 2000, consolidando o Brasil como um dos protagonistas dessas discussões na comunidade internacional. O projeto pioneiro nasceu em São Paulo, capitaneado por Ricardo Barreto e Paula Perissinotto, e já     exibiu trabalhos de artistas digitais de 32 países a públicos de todas as idades na capital paulista, e em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e São Luís. Desde a virada deste milênio, o festival tem conseguido aproximar os mais diversos públicos de obras de arte, debates e pesquisas que utilizam a tecnologia como suporte ou como inspiração. Por meio de uma apurada seleção de encontros, oficinas e exposições de arte digital coletivas, o FILE fomenta não só o acesso às criações digitais, mas a produção de novas técnicas e experiências tecnológicas.

PATROCÍNIO: Banco do Brasil

CCBB SÃO PAULO
Centro Cultural Banco do Brasil
São Paulo Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. São Paulo-SP
Acesso ao calçadão pelas estações Sé e São Bento do Metrô
(11) 3113-3651/3652 | Quarta a segunda, das 9h às 21 horas
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |  www.bb.com.br/cultura  |  www.twitter.com/ccbb_sp  |
www.facebook.com/ccbbsp | www.instagram.com/ccbbsp
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência | Ar-condicionado | Cafeteria e Restaurante | Loja
Clientes do Banco do Brasil têm 10% de desconto com Cartão Ourocard na cafeteria, restaurante e loja
Estacionamento conveniado: Estapar
Rua Santo Amaro, 272.
Traslado gratuito até o CCBB.
No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô.
Informações pelo telefone (11) 3113-3651
Valor: R$ 15 pelo período de 5 horas.
É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31