RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - De acordo com a retificação de diversos itens no edital do Concurso Público do IPHAN, publicados nesta terça-feira (26/06) no Diário Oficial da União, museólogos poderão concorrer na Área 7.

Por não ter sido contemplado inicialmente entre os cargos, o Conselho Federal de Museologia (COFEM) e a Escola de Museologia da UniRio enviaram ofícios à Presidente do órgão, Kátia Bogéa, esclarecendo, entre outros aspectos, sobre a importância da inclusão da categoria no concurso tendo em vista a vasta contribuição da Museologia para o Iphan ao longo dos tempos.

No edital retificado, os museólogos podem agora concorrer como Técnicos de nível superior juntamente com profissionais de outras áreas, sendo eles: Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, Museologia, Artes Visuais, Belas Artes, Artes Plásticas ou História da Arte.

Confira o conteúdo dos Conhecimentos Específicos
1 - História e teoria da restauração de bens culturais móveis e integrados.
2 - Legislação e instrumentos normativos: Lei nº 4.845/1965; Lei nº 5.471/1968; Decreto nº 65.347/1969; Cartas patrimoniais: Declaração do México; Carta do restauro; Carta de Veneza; Carta de Atenas; Compromisso de
Salvador; Compromisso de Brasília; Recomendação de Nova Delhi; Carta de Brasília; Carta de Burra; Convenção UNESCO 1970; Convenção da UNIDROIT sobre bens culturais furtados ou ilicitamente exportados.
3 - Avaliação e diagnóstico de bens móveis (acervos, coleções e artefatos) e integrados.
3.1 A química aplicada na conservação e na restauração: natureza química, normas para preparo e utilização dos materiais no restauro.
3.2 Diagnóstico do estado de conservação; resposta dos materiais às condições físico-químicas e ambientais e envelhecimento natural.
4 - Intervenção em bens móveis e integrados: conservação e restauração.
4.1 Metodologia de elaboração de projetos de restauração e de conservação preventiva.
4.2 Métodos, técnicas e materiais; procedimentos de intervenção.
4.3 Parâmetros éticos, multidisciplinares, de segurança e de salubridade.
4.4 Aplicação de parâmetros e convenções internacionais.
5 - Gerenciamento de riscos para a conservação de artefatos, coleções e acervos.
5.1 Processos, agentes de degradação, danos (biológicos, físicos e químicos) e fatores e combinações que afetam os processos.
5.2 Parâmetros para exposição, armazenagem, manutenção; procedimentos para embalagem e transporte de bens culturais móveis.
5.3 Gerenciamento de riscos em ambiente de trabalho: instalações, equipamentos, instrumentos e materiais; procedimentos e equipamentos empregados na segurança laboral.
6 - Acondicionamento de acervos documentais: função, materiais e técnicas de confecção de invólucros, envelopes e caixas; encadernação: nomenclatura das partes do livro.

As inscrições podem ser feitas via internet até o dia 9 de julho através do site da organizadora do concurso. http://www.cespe.unb.br/concursos/iphan_18/

Fonte: Editoria RM

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31