BAHIA, Salvador - O mês de comemoração da Independência da Bahia chegou, e o Projeto ‘’2 de Julho: Comemorações dos 195 anos da Independência da Bahia’’ está com diversas atividades culturais entre palestras, oficinas, exposições, contação de história, cine vídeo e jogos com temas ligados ao 2 de Julho, o projeto tem o objetivo de fortalecer a identidade e a memória da Bahia, nas bibliotecas que compõe o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia.

Para o diretor geral da Fundação Pedro Calmon (FPC), Zulu Araújo, “A ação é um conjunto de atividades que propiciam a importância do que foi a Independência do Brasil na Bahia”, afirma o diretor. Ainda segundo Zulu: “A Fundação visa discutir, apresentar e estimular o conhecimento da história da Bahia e essa programação significa acessibilidade para que a população tenha consciência dos fatos ocorridos”, garante.

Reconhecendo a importância da participação de Itaparica no processo da independência e com o intuito de conscientizar a população desse ato cívico, a Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJR/Itaparica) também realizará homenagens ao 2 de julho. As atividades serão em dois momentos: 1) apresentação de produções textuais e artísticas de estudantes sobre o tema; e 2) marcha cívica com as escolas estaduais, municipais e público em geral. O desfile sairá da biblioteca e passará pelo centro histórico do município até a Fortaleza de São Lourenço.

Ainda em Itaparica, a Biblioteca Juracy Magalhães Jr (BJMJr/Itaparica) apresenta ao usuário o Memorial João Ubaldo Ribeiro. Com um acervo composto de objetos pessoais, livros, discos, fotos, e documentos originais dos livros do escritor. O memorial foi instalado na sala aonde João Ubaldo escreveu O sorriso do lagarto e traduziu para o Inglês Viva o Povo Brasileiro, considerado por muitos seu mais brilhante livro.

Entre outras programações, a Biblioteca Anísio Teixeira (BAT/Pelourinho) e a BCEB exibirão filmes, com o Cine Vídeo, que relatam os conflitos da conquista da independência. Mas a novidade para essa temporada é o jogo online 2 de Julho Tower Defense que foi desenvolvido pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB) para mostrar, de forma lúdica, fatos sobre a Independência da Bahia, assim como sua importância para a Independência do Brasil. Confira programação completa.

Artes visuais
É uma coleção de expressões artísticas que podem ser apresentadas através de vídeos, fotografias, esculturas, pinturas entre outros. São ferramentas fundamentais no contexto educacional representando um incentivo maior para o desenvolvimento no aprendizado.

Na Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris) ocorre a mostra da IV Edição do Concurso para Escritores Escolares. Idealizado pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL) da Fundação Pedro Calmon/SecultBa, a exposição conta com textos produzidos por alunos de escolas do estado do ensino médio, fundamental I e II. A programação conta ainda com uma exposição bibliográfica sobre a história da Independência da Bahia, através de livros, periódicos, jornais antigos e algumas obras como, por exemplo, História da Bahia, de Luís Henrique Dias Tavares; 2 de Julho: A Bahia na Independência Nacional, de Socorro Targino Martinez e Marcelo Jatobá; Bahia século XIX: Uma província no império, de Kátia Mattoso; entre outros. A exposição que acontece de 03 a 31 de julho conta com uma coleção de periódicos raros e valiosos datados no século XX.

Já a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML/Nazaré) oferece ao público a exposição A Memória do Gibi, com as revistas em quadrinhos do Mickey, personagem de desenho animado criado em 1928, que se tornou o símbolo da Walt Disney Company. O público poderá conferir também o acervo da literatura de cordel com obras de Antônio Carlos Barreto, Jussara Rocha Koury, Antônio Alves da Silva, Luis Campos, Sebastião Gomes Brito, João Augusto, entre outros, com o objetivo de incentivar a leitura dos cordéis da BIML. Haverá também uma série de entretenimento cultural para a criançada com atividades lúdicas e educativas através de palavra cruzada, jogo da memória, quebra-cabeça, pinturas e caça palavras – tudo sobre o dois de julho.

E na Biblioteca Juracy Magalhães Jr (BJMJr/SSA) os usuários desfrutarão de uma vitrine cultural de Lampião e Maria Bonita, relatando o romance do rei do cangaço com o desfecho da trajetória de vida até sua morte, com imagens, textos, livros, contemplando o projeto 80 anos de morte de Lampião e Maria Bonita. Já a Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJR/Rio Vermelho), assim como a Biblioteca Pública Thales de Azevedo (BPTA/CostaAzul) realizarão contações de histórias de livros que também tem o tema relacionado com a Independência da Bahia.

Confira aqui a programação completa.

Sistema
As bibliotecas públicas integram o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, gerido pela Fundação Pedro Calmon – Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA). O Sistema é composto por seis bibliotecas públicas estaduais localizadas em Salvador, sendo uma delas a Biblioteca de Extensão com duas unidades móveis, uma no município de Itaparica e uma biblioteca virtual especializada na história da Bahia (Biblioteca Virtual Consuelo Pondé). O Sistema também presta assistência técnica para mais de 450 bibliotecas municipais, comunitárias e pontos de leitura, além de cursos de capacitação para os funcionários destas unidades.

Serviço
Programação Bibliotecas Públicas do Estado – Especial Independência da Bahia
Quando: Todo o mês de julho de 2018
Onde: Nas bibliotecas que compõem o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia.
Aberto ao público

Fonte: Secult BA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31