MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Na próxima terça-feira, 21 de junho, às 19h, o ciclo URBE URGE realizará mais uma discussão sobre as cidades brasileiras. Desta vez, o tema abordado será Planejar a cidade a muitas mãos,

com a participação da arquiteta e urbanista Izabel Dias Melo; do secretário de Desenvolvimento Urbano da cidade de São Paulo, Fernando Mello Franco; do diretor cultural da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, Marcos Rosa; e do professor de design e arquitetura da UFMG, Wellington Cançado. O encontro será no auditório do BDMG. O acesso é gratuito e não é necessário realizar inscrição.

O primeiro encontro do ciclo URBE URGE trabalhou o tema “O urbanismo feito à mão”, e confirmou o sentimento de responsabilidade que as pessoas têm pela vida urbana, sendo atores das transformações no dia a dia. Agora, a discussão se torna ainda mais ampla, por meio da participação da população no planejamento urbano das metrópoles, envolvendo questões de moradia e qualidade de vida.

“A questão da participação da população nas decisões referentes à cidade também precisa ser levada em conta, principalmente quando se discutem temas como plano diretor e outros projetos que vão além das gestões municipais, para se constituírem como política de Estado, de longo prazo”, afirma o presidente do BDMG Cultural João Paulo Cunha.

Algumas intervenções pontuais, principalmente de caráter cultural, têm revelado que as pessoas se preocupam com os rumos da cidade. O tema abordado por essa discussão vai muito além do planejamento físico da metrópole. Izabel Dias Melo, arquiteta e urbanista, vai falar sobre a sua experiência no planejamento urbano de Belo Horizonte e na proposta vencedora para o plano diretor de São Paulo, em 2014. A capital paulista passa por uma reformulação do seu planejamento, sob gestão do secretário de Desenvolvimento Urbano Fernando Mello Franco, que vai apresentar ao público do seminário como esse processo vem sendo construído na maior cidade do país.

O arquiteto e urbanista Marcos Rosa completa o time, trazendo informações sobre pesquisas que se transformaram em publicações como “Microplanejamento: práticas urbanas criativas” e de “Handmade urbanismo”. Wellington Cançado, professor de design e arquitetura da UFMG, mediará o debate.

Até o final de junho serão seis encontros dedicados a temáticas sobre a questão urbano. O ciclo de debates é aberto à participação de todos, com presença de convidados das universidades, instituições de pesquisa, movimentos sociais, coletivos, militantes e público em geral. No encerramento do ciclo será inaugurada exposição de propostas para a cidade, elaboradas por arquitetos, urbanistas e coletivos, na forma de cartazes, folhetos, vídeos e outras intervenções artísticas.

21/6 – Planejar a cidade a muitas mãos
Fernando Mello Franco – Arquiteto formado pela (FAU-USP), é atualmente Secretário de Desenvolvimento Urbano da Cidade de São Paulo.

Izabel Dias Melo – Arquiteta e urbanista, atua com planejamento urbano na Prefeitura de Belo Horizonte. Foi gerente de planejamento urbano e participante da equipe vencedora de uma das propostas para o plano diretor de São Paulo, em 2014.

Marcos Rosa – Arquiteto e urbanista (FAU-USP), autor de “Microplanejamento: práticas urbanas criativas” e “Handmade urbanismo”, é diretor cultural da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo.

Mediação: Wellington Cançado – Professor de Design e Arquitetura na UFMG e pesquisador do Cosmópolis, é editor da revista PISEAGRAMA.

Conheça o BDMG Cultural
O BDMG Cultural é um instituto que há 27 anos realiza ações na área da música, das artes visuais, do audiovisual e das artes cênicas. Braço cultural do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, a instituição acredita que a cultura faz parte do desenvolvimento e está diretamente ligada a qualidade de vida. Suas ações culturais abrem espaço para jovens, novos e consagrados artistas. A galeria de arte promove exposições abertas à visitação diariamente, de 10h às 18h, inclusive aos finais de semana e feriados. A instituição faz parte do Circuito Liberdade, corredor cultural localizado em uma histórica área da capital mineira e composto por 16 equipamentos, entre museus e centros culturais.

Serviço
Diálogos para o Desenvolvimento apresenta “URBE URGE”
Planejar a cidade a muitas mãos
Dia 21 de junho, terça-feira, às 19h
Auditório do BDMG – Rua Bernardo Guimarães, 1600, Lourdes
O acesso é gratuito / Não é necessário realizar inscrição / Sujeito à limitação do espaço, com 200 lugares - Mais informações: (31) 3219-8486.

Fonte: BDMG Cultural

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31