RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - As aulas na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), suspensas desde o dia 24 de novembro, deverão ser retomadas na próxima quarta-feira (16). A decisão do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa, Graduação e Extensão foi comunicada nesta segunda-feira (14), mas o retorno às aulas deverá encontrar resistência por parte dos alunos, que ocupam a universidade desde o dia 30 de novembro, acampando em seu interior, e poderão dificultar que os outros estudantes entrem.

“A assembleia decidiu manter a ocupação porque ainda temos trabalhadores terceirizados sem receber o pagamento de novembro, assim como funcionários e estagiários da Policlínica, que ainda não receberam”, disse a estudante de comunicação social Karina Santos, integrante da ocupação, após a votação ocorrida na portaria principal da universidade. Uma nova assembleia foi marcada para a próxima sexta-feira (18), quando será votada a continuidade da ocupação.

A principal reivindicação é o pagamento dos salários atrasados dos terceirizados, dos residentes e dos bolsistas de graduação, além do reajuste no valor das bolsas para os universitários, atualmente de R$ 400. Eles também querem a destinação de 6% do Orçamento do estado para as universidades públicas.

A reitoria da Uerj informou que as provas feitas no período de paralisação das atividades não serão consideradas e que os próximos dias serão utilizados apenas para revisão de conteúdo. Segundo a universidade, as bolsas acadêmicas e dos cotistas serão depositadas nesta terça-feira (15). O estado do Rio passa por uma crise fiscal, o que tem levado o governo a atrasar o pagamento de salários do serviço público e contingenciar verbas para empresas privadas prestadoras de serviço.

Fonte: Agência Brasil - Vladimir Platonow

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 15/12/2015 às 05:49hs - 63 visitas até 16/05/2016 ) 

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31