RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Edital colaborativo aportará R$10 mil por selecionado e já está disponível no site www.benfeitoria.com/bossanossa

Entendendo o delicado cenário atual na cultura, o programa Bossa Nossa, criado em 2019 pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria para fomentar produtores culturais e artistas do Rio de Janeiro, resolveu adaptar as suas ferramentas e ampliar ainda mais o impacto no setor, estimulando a retomada da produção cultural nesse momento de pandemia e isolamento social.

Para isso, foi criado um edital colaborativo, que irá selecionar e capacitar seis projetos através de um tipo turbinado de crowdfunding (a vaquinha online). Conhecido como Matchfunding, essa nova modalidade de fomento multiplica a arrecadação dos projetos selecionados via edital. Nesta chamada, os projetos selecionados que conseguirem captar R$5 mil da sua rede terão suas arrecadações triplicadas, recebendo mais R$10 mil de aporte do Programa Bossa Nossa.

Para Tati Leite, cofundadora da Benfeitoria, o Programa Bossa Nossa - que já mobilizou mais de R$3 Milhões para projetos com o apoio de 15 mil pessoas -, é uma oportunidade para produtores culturais reinventarem a forma de se relacionar com seu público - e vice-versa: "Nunca foi tão importante nos unirmos para viabilizar projetos que merecem existir - e resistir. Financiamento Coletivo é mais sobre o Coletivo do que Financiamento. E no Matchfunding, o curador final é o público, o que garante que apenas projetos de interesse coletivo sejam contemplados", explica Tatiana.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 10 de outubro, por meio do site www.benfeitoria.com/bossanossa. Podem se inscrever coletivos, pessoas físicas ou jurídicas (com ou sem fins lucrativos) ligadas ao setor cultural, desde que sejam moradores da cidade do Rio de Janeiro. Para receber o aporte há necessidade de contar com o engajamento do público e as iniciativas precisam mobilizar pelo menos 100 apoiadores. Para cada R$ 1 doado, o programa Bossa Nossa contribuirá com mais R$ 2, até que a meta mínima de R$15 mil seja atingida, sendo pelo menos R$5 mil arrecadados do público e R$10 mil aportados pelo Fundo Bossa Nossa.

"O valor movimentado pode não ser suficiente para o setor, mas o impacto vai além dos projetos selecionados - e além do financiamento. Muitas das iniciativas não selecionadas poderão realizar seus projetos em crowdfunding tradicional contando com a consultoria individual que o Bossa Nossa oferece aos cariocas. Nossa expectativa é de que mais de 100 iniciativas se inscrevam", diz Beatriz Novellino, mobilizadora de redes do Bossa Nossa.

"As campanhas de arrecadação nos últimos meses foram quase que exclusivamente dedicadas a atender urgências sociais e de saúde. Por isso, incentivar a retomada da produção cultural - que nunca parou, mas desacelerou -, tem um impacto simbólico muito importante também", complementa Alluan Costa, coordenador de comunicação do projeto.

As iniciativas selecionadas por este edital receberão consultoria da Benfeitoria para elaboração e apoio na divulgação da campanha de arrecadação. Por ser fruto de um programa viabilizado através da Lei Municipal de Incentivo à Cultural, o edital busca projetos que fomentem ou representem o melhor da "nossa Bossa", dentro dos 19 segmentos contemplados pela Lei do ISS-RJ: artes visuais, artesanato, audiovisual, bibliotecas, centros culturais, cinema, circo, dança, design, folclore, fotografia, literatura, moda, museus, música, multiplataforma, teatro, transmídia, preservação e restauração do patrimônio natural, material e imaterial.

Sobre o Bossa Nossa
Criado em 2019 pela Benfeitoria, uma das maiores plataformas de crowdfunding do país, o programa vai até Dezembro, sem um limite de projetos, e já arrecadou até hoje quase R$ 3 milhões para 94 iniciativas via financiamento coletivo. Se adequando ao cenário atual, o programa recebe hoje projetos que precisam de um impulso para serem realizados, iniciativas para a manutenção financeira de pessoas, projetos e espaços ligados ao setor cultural ou da economia criativa e também iniciativas que foram criadas durante a pandemia, com material criativo (como as peças virtuais, exposições e ações via projeções e outras realizações insurgentes). O Bossa Nossa é incentivado pela Lei Municipal de Incentivo do ISS-RJ, com patrocínio da Globo, Kappamakki, PSR, Rede D'or e apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura,

Benfeitoria
Lançada em 2011, a Benfeitoria (www.benfeitoria.com) é a plataforma de financiamento coletivo (crowdfunding) mais inovadora e eficiente do Brasil. Com a maior taxa de sucesso do Brasil desde o lançamento, já mobilizou mais de R$100 milhões de cerca de 450 mil colaboradores para dar vida a mais de 3 mil projetos. Foi a primeira plataforma do mundo a não cobrar comissão obrigatória de quem arrecada, a primeira do Brasil a lançar crowdfunding recorrente, e a única a trabalhar com editais de grande porte via Matchfunding. Entre seus principais parceiros de fomento, estão BNDES, Fundação Tide Setubal, ONU Mulheres, Sebrae, Natura, Instituto Coca-Cola, Ambev e Itaú.

Serviço
Inscrições: benfeitoria.com/bossanossa
Prazo: até 10 de outubro de 2020
Prêmio: R$10 mil, consultoria e apoio de divulgação
Quiz para saber se seu projeto se enquadra em 2 minutos: benfei.to/QuizBossa

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31