BAHIA, Salvador - Os antigos moradores de Saubara afirmaram: “O povo da Saubara foi pra guerra lutar e que as mulheres buliram em armas

Quem tinha ensinado foi o padre Manoel José Gonçalves Pereira”. Se você acha que é uma invenção ou conto do povo saubarense, então participe dos debates para uma melhor compreensão.

Momento oportuno uma vez que nos aproximamos do bicentenário da Independência da Bahia e muitos dos atos heróicos do povo do Recôncavo ficaram ofuscados, negligenciados, ou melhor, invisibilizados nas narrativas oficiais. A programação irá retificar e mais precisamente elucidar os equívocos cometidos ao protagonismo saubarense, sobretudo no que se refere à participação feminina conhecida como Caretas do Mingau.

O primeiro encontro, via Google Meet, acontece terça-feira (02/02), às 19h30, falando sobre “O que são os Caretas do Mingau” e “O Protagonismo Saubarense nas lutas de 1822-23”, bate-papo mediado pelo historiador Jadeilson Gomes, com Bel Saubara e a coordenação do grupo.

No dia 10/02, também 19h30, os temas serão “O Protagonismo feminino nas lutas de 1822-23” e “Vivências do brincar das Caretas do Mingau”, a mediação será da Profª Drª em Educação Rita Dias, e participações da Profª Mestra em Histórica da África da Diáspora e dos Povos Indígenas, Vanessa Pereira, e Simone Santana. Mais informações por meio do Instagram @belsaubara e pelo número (71) 98374-0016.

O cortejo das Caretas do Mingau de Saubara foi premiado pelo Edital Prêmios de Preservação dos Bens Culturais e Populares Identitários da Bahia Emília Biancardi, na Categoria Identidades/ Cultura Negra, além das lives consiste na gravação de um mini documentário e a gravação do cortejo. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blac, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério de Turismo, Governo Federal.

Programa Aldir Blanc Bahia
Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são: a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Serviço
“O que são os Caretas do Mingau” e “O Protagonismo Saubarense nas lutas de 1822-23”
Quando: 02/02/2021, 19h30
Onde: Plataforma Google Meet
Mais informações: Instagram @belsaubara / Cel (71) 98374-0016

O Protagonismo feminino nas lutas de 1822-23” e “Vivências do brincar das Caretas do Mingau”
Quando: 10/02/2021, 19h30
Onde: Plataforma Google Meet
Mais informações: Instagram @belsaubara / Cel (71) 98374-0016

Fonte: SecultBA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31