MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Em conferência que será transmitida pelo canal da Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) na plataforma Youtube, o professor do Departamento de Antropologia e Arqueologia da UFMG José Roberto Pellini, que coordena o Programa Brasileiro Arqueológico no Egito, vai apresentar os trabalhos que o grupo tem desenvolvido na cidade de Luxor, no Egito, sobretudo em relação à Tumba Tebana TT123


Grupo da UFMG em expedição no Egito (Acervo Bape)

O projeto, que neste ano completa cinco anos de escavações na cidade de Luxor, é a primeira missão arqueológica egípcia chefiada por um brasileiro e por uma universidade do país. A iniciativa também reúne pesquisadores da Universidade Nacional de Córdoba (UNC), da Argentina, e do Centro de Documentação do Ministério de Antiguidades do Egito.

Entre os resultados das escavações que serão apresentados na conferência, estão a descoberta de artefato que os pesquisadores acreditam ser uma câmara funerária, além de 14 múmias vários objetos.

Também participarão do evento o embaixador do Brasil no Egito, Antônio de Aguiar Patriota, e a reitora Sandra Regina Goulart Almeida.

Fonte: UFMG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31