MINAS GERAIS, Belo Horizonte - O secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, o subsecretário de Cultura, Mauricio Canguçu, e a subsecretária de Turismo, Milena Pedrosa, estiveram no município de Carmo da Mata, no dia 10 de julho, acompanhados do deputado estadual e presidente da Comissão de Turismo e Gastronomia da Assembleia de Minas, Mauro Tramonte, onde foram recebidos pelo proprietário do Museu do Automóvel e do Relógio, Rúbio Fernal, para uma visita técnica ao espaço


Museu do Automóvel/ Divulgação: Secult MG

O acervo do Museu do Automóvel, construído ao longo de décadas, conta com mais de 100 carros antigos, entre eles algumas raridades, como um Ford 29 que pertenceu à família de Rúbio Fernal para uso rural, e um Lincoln 1978 Diamond Jubilee Edition, modelo que comemorou os 75 anos da Ford. Todos os automóveis foram restaurados pelas mãos de lanterneiros, mecânicos, pintores e outros profissionais, sendo que alguns carros sequer chegaram a is para as ruas. Há, também, uma seção dedicada aos relógios, com itens raros, como um modelo elétrico IBM da década de 1930, que marcou a hora do Brasil por décadas, além de exemplares da época do Brasil Imperial. O Acervo conta com cerca de 500 relógios.

Para o secretário Leônidas Oliveira, o museu já é um patrimônio de Minas Gerais e do mundo, sobretudo pela sua curadoria, seja na restauração dos bens, seja na leitura histórica dos objetos. “A história que aqui se conta sobre o design automobilístico transcende o objeto, nos permitindo fazer uma leitura do próprio design da história da arte do último século e, sobretudo, dos personagens relacionados à coleção. Esse conjunto coloca Carmo da Mata no contexto do estado de Minas Gerais e do Brasil como um lugar singular pela sua representatividade na cultura do design automobilístico”.

A presença da Secult no local abre espaço para um entendimento mais aprofundado sobre como esse museu pode entrar de vez na rota turística e cultural de Minas, promovendo uma maior aproximação entre a Secretaria, o município e a iniciativa privada, na busca por recursos e promoção de iniciativas que possam alavancar o museu e região do Campo das Vertentes, circuito turístico na qual Carmo da Mata está inserido, que apresenta vocação cultural e turística. O espaço ainda não fui inaugurado formalmente e segue recebendo visitas por meio de agendamento antecipado.


Visita ao Museu do Relógio/ Divulgação: Secult MG

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31