BAHIA, Salvador - Nesta ‘Semana de Museus’ que termina domingo (22) o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM) destaca o trabalho imprescindível do Museólogo


Foto: Geraldo Muniz

Além de investigar, classificar, conservar e expor os acervos, o museólogo direta ou indiretamente mantém viva a memória coletiva de uma sociedade. “Em março deste ano (2022) assinamos – IPAC/MAM – um Termo de Cooperação com a Universidade Federal da Bahia para trocarmos conhecimentos e práticas entre a academia e o museu, e dentre essas áreas estão o Departamento de Museologia/UFBA e vários pesquisadores que já fazem projetos conosco”, relata o diretor do MAM-Bahia, Pola Ribeiro.

O MAM fez ainda parceria com o Grupo mARTE que está com inscrições abertas do ‘Colóquio Musealização da Arte’, que acontecerá entre 10 e 12 de agosto. O evento pretende discutir experiências de gestões colaborativas e interdisciplinares que possibilitem processos de preservação atentos às políticas públicas e às pautas sociais. As submissões foram prorrogadas até 22 de maio. Mais informações no perfil @gp_marte no instagram.

MODERNISTA e CONTEMPORÂNEO
Além dos museus, o museólogo se encarrega ainda de coleções artísticas, administra bens públicos culturais, coordena equipes de pesquisa. Atua em centros de memória, fundações culturais, galerias de arte, universidades, planetários, institutos de pesquisa, centros de documentação e informação, antiquários, parques e reservas ambientais, bibliotecas, coleções públicas e particulares, sítios históricos e arqueológicos, dentre outras possibilidades.

No MAM-Bahia, a museóloga Sandra Regina Jesus é a responsável há 12 anos pelo acervo modernista e contemporâneo com cerca de 1,4 mil itens do MAM-Bahia, que inclui obras de modernistas como Tarsila do Amaral, Portinari, Di Cavalcanti, Alfredo Volpi e Flávio de Carvalho, ou de artistas contemporâneos como Tunga, Carlito Carvalhosa, Marepe, Beatriz Milhazes, Caetano Dias, Ana Elisa Egreja, Tiago Sant’Anna, Cinthia Marcelle, Beatriz Franco e Ayrson Heráclito, dentre centenas de outros.

MUSEOLOGIA e PROGRAMAÇÃO
“A compreensão mais atual diz que as ações técnicas da museologia são desenvolvidas por museólogos, porém, em maior ou menor intensidade todas as pessoas que trabalham em um museu também fazem Museologia”, explica Sandra Regina. Ela é graduada em Museologia pela UFBA, especialista em Conservação, documentarista, laudista e courier, integrando a equipe do MAM-Bahia desde 2005, onde coordena o Núcleo de Museologia desde 2010.
Nesta Semana de Museus do MAM a programação inclui visitas guiadas para crianças, jovens e adultos, com estudantes do ensino fundamental, médio e universitário, de instituições públicas e privadas, além de pesquisadores de mestrado e doutorado. Produção de documentários audiovisuais e sessões gratuitas de vídeos e webséries também fazem parte da agenda.

A mostra 'Subúrbio: uma exposição em Três Atos' continua na Galeria 3/MAM com visitação gratuita de terça-feira a domingo, das 13h às 18h, mesmos dias/horários da exposição ‘Encruzilhada’ (Casarão e Capela), da Livraria Caramurê, e dos Espaços Solar e Lina. O Cine MAM e seu Café ficam abertos todos os dias, das 13h às 20h. Acesse: www.mam.ba.gov.br, redes sociais ou telefone (71) 31176132 e 31176139 (segunda a sexta, 9h às 12h e 13h às 15h). O MAM é um equipamento da Secretaria de Cultura/IPAC.

Fonte: SecultBA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31