DISTRITO FEDERAL, Brasília - O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lamenta a morte e se solidariza com a família do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Rômulo José Fernandes Barreto Mello.

Paraense, Rômulo tinha 58 anos e deixa mulher e três filhos. As informações sobre o sepultamento serão divulgadas em breve no site do ICMBio.

Rômulo Mello tinha longa carreira na área ambiental, tendo atuado em parceria com o Iphan em diversas ocasiões, sendo a última delas com o propósito de elaborar um instrumento de gestão compartilhada para o Parque Nacional da Serra da Capivara.

Rômulo Mello foi o primeiro presidente efetivo do ICMBio, sendo um dos principais responsáveis pela consolidação da instituição. Desde junho, ocupava o cargo pela segunda vez. Servidor de carreira do serviço público, Rômulo desempenhou, desde cedo, várias funções no governo federal na área do meio ambiente.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31