RIO DE JANEIRO, Petrópolis - ​Neste mês dedicado aos índios, para refletir sobre o tema, estudantes de escolas públicas e particulares incluíram o Centro Cultural da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) no roteiro de estudos sobre a cultura indígena.

É que segue aberta à visitação na faculdade a exposição “Mbyá Rekó – O jeito de ser guarani”, que tem o apoio do Museu do Índio e da Associação Indígena Aldeia Maracanã.

Inaugurada em agosto do ano passado, a mostra já recebeu a visita de muitos grupos de escolas, como a Escola Municipal Paulo Freire, unidade especializada no atendimento a estudantes com deficiência. Para atender a esse público e promover a inclusão, a FMP/Fase realiza a capacitação contínua dos colaboradores e conta com um grupo de profissionais engajados na discussão da acessibilidade.

A exposição Mbyá Rekó – O jeito de ser guarani ficará até o final de abril, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 18h, no Centro Cultural da FMP/Fase, na Av. Barão do Rio Branco, 1.003, Centro de Petrópolis, com entrada franca. As escolas interessadas podem agendar visitas pelo telefone (24) 2244-6468. ​

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31