RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A professora e pesquisadora Maria Isabel de Castro de Souza, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), assumiu nesta terça-feira, dia 4 de julho, a presidência da FAPERJ.

Ela é a primeira mulher a ocupar o cargo de presidente da Fundação e a décima sétima a ocupar essa função na instituição, criada em 1980. A nomeação para o cargo, feita pelo governador Luiz Fernando Pezão, foi publicada no Diário Oficial na mesma data.

Maria Isabel: presidência da FAPERJ volta a ser ocupada por representante da Uerj (Foto: Lécio Augusto Ramos)

Na Uerj, Maria Isabel foi diretora de Departamento de Bolsas e Estágios (Cetreina) e também da Faculdade de Odontologia. Atualmente, é Professora Associada da disciplina de Saúde Bucal Coletiva na Universidade e Coordenadora do Núcleo de Teleodontologia/FOUERJ. Ocupa, igualmente, a Coordenação da área de Odontologia da Universidade Aberta do SUS (Unasus/Uerj).

Ela ocupava, desde o mês abril, o cargo de Subsecretária de Ciência e Tecnologia na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social (Sectids). Sua formação acadêmica inclui a graduação em Odontologia pela Uerj, o mestrado em Odontopediatria na mesma universidade, e o título de doutorado em Odontologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), obtido em 1999.

Para Maria Isabel, estar à frente de uma das mais importantes fundações de amparo à pesquisa do País será um novo desafio na gestão pública: “Vamos tentar alavancar um processo de retomada de crescimento e obtenção de recursos. A missão da pesquisa é desenvolver mecanismos em todas as áreas do conhecimento que impactem no desenvolvimento econômico e social do Estado”.

O secretário Pedro Fernandes, titular da Sectids, elogiou Maria Isabel e disse que, juntos, eles irão buscar parcerias e trabalhar para que a FAPERJ volte a desempenhar o seu importante papel de fomento à Ciência e Tecnologia. "Primeiro gostaria de dizer da minha alegria pelo fato de a professora Maria Isabel ter aceitado o convite para assumir a presidência da Faperj. Além de ser uma pessoa da minha confiança, ela fez um brilhante trabalho à frente da Subsecretaria de Ciência e Tecnologia", disse, acrescentando: "A nossa perspectiva é oxigenar e motivar a equipe para atravessar esse momento que o Estado passa. Temos que, de certa forma, fazer com que o Governo do Estado entenda a importância da FAPERJ, respeite e cumpra o índice constitucional. Não podemos continuar permitindo que só 9% do recurso que se tem direito seja aplicado. Vamos buscar entendimento, parceria e somar forças com as todas as áreas da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social para sensibilizar a Fazenda e o Governo, como um todo, para voltarmos à normalidade que precisamos".

Nesta quarta-feira, dia 5, ela participou de sua primeira reunião com os integrantes do Conselho Superior da FAPERJ.

O economista Augusto da Cunha Raupp, que ocupava a presidência do órgão desde janeiro de 2015, vai para Sectids, onde ocupará vaga de assessor especial do secretário Pedro Fernandes. Raupp já havia ocupado o cargo de subsecretário de Educação Profissional e Ensino Superior da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro.

Fonte: FAPERJ

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31