RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Parceria com a RioFilme e o Centro Técnico Audiovisual (CTAv) oferece auxílio técnico e de equipamentos para produções do setor.


Foto: Sececrj/Divulgação

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio (Sececrj) assinou um convênio com a RioFilme e o Centro Técnico Audiovisual (CTAv) de apoio a produção de projetos de audiovisual. Neste primeiro momento, o auxílio técnico e de equipamentos será para duas produções selecionadas no RioMarket de 2019, durante o Festival do Rio: "Veias abertas" e "Mais Views". Utilizando a estrutura já existente nos órgãos, a parceria inédita vai disponibilizar serviços que custariam aproximadamente R$ 500 mil.

A iniciativa é vista como um plano piloto para uma parceria maior para fomentar o audiovisual em todo o estado. A ideia é oferecer serviços fundamentais, desonerando as produções, e também para capacitar os profissionais da área e ocupação de aparelhos públicos. Neste primeiro acordo assinado, a Sececrj vai oferecer o estúdio para gravação de voz/instrumentos/trilhas, bem como o apoio através da Rio Office Film Commission para disponibilizar espaços de Estado que sirvam de locação para as gravações dos projetos selecionados.

- É com diálogo e união que a cultura está se fortalecendo em todo o estado do Rio. O convênio inédito assinado com a RioFilme e o CTAv vai fomentar as produções de audiovisual, sem gastos extras por parte dos órgão públicos, pois a estrutura já existe. O estúdio de gravações da Secretaria de Cultura possui uma tecnologia moderna, oferecendo uma produção profissional - disse Danielle Barros, secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio.

No primeiro convênio, o CTAv vai disponibilizar câmeras de cinema de ponta com qualidade (Kit Alexa), cópia final em Digital Cinema Package (DCP) em versões com e sem legenda e oficina de capacitação em operação de câmera e áudio. Já a RioFilme fica responsável pelo know-how da Film Commission para locações, espaço físico dentro do órgão para base de produção de escritório das produções e parceria de distribuição.

Projetos selecionados
"Veias abertas" de Fernando Mamari - Ficção (100 min.)
Conta história da Guerra do Paraguai na visão de um africano (escravo) que é obrigado a participar da guerra em troca de sua liberdade. Ele se junta a um português e um índio que juntos conduzem um pelotão de 10 homens para ir à guerra, vencem, e o africano ganha sua liberdade. A tríplice amizade perdura quando o africano sem saber o que fazer com a liberdade forma uma "Polícia Real" para resolver questões da realeza. O português precisa aniquilar um povoado quilombola onde, por coincidência, reside um irmão do africano. O africano atira no português quando este mirava com sua espingarda seu irmão para provocar sua morte. O irmão foge. O africano leva o português a uma curandeira que salva sua vida. Em gratidão, a amizade continua e eles voltam para a "Polícia Real" que é originária, implicitamente, da atual Polícia Militar do Rio de Janeiro.

"Mais Views" de Silvio Andrade da Verama Filmes - Suspense (80 min.)
Baseado em um caso verídico americano, a história narra a vida de um casal brasileiro de blogueiros que exibe sua rotina e seu cotidiano familiar pela internet. Após um breve sucesso, o casal, influenciado pelos seguidores, passa a trazer novidades no seu dia a dia, algumas perigosas, para conseguir mais views e likes para seu Vlog. Na tentativa de manter e ampliar seu número de views e seguidores, em uma dessas façanhas, a namorada assassina seu companheiro sem intenção, ou não.

Fotos: Sececrj/Divulgação

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31