RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Desrespeito de parte dos visitantes levou à decisão, que pode ser suspensa. Acesso à rampa de voo livre permanecerá liberado


Foto: divulgação/ICMBio

O Parque Nacional da Tijuca informa que, após parte do público insistir em descumprir as regras temporárias de visitação nas semanas seguintes à reabertura parcial do Parque, decidiu fechar, a partir de sábado (01/08/20), o acesso à trilha da Pedra Bonita, um dos pontos turísticos mais visitados da Unidade de Conservação (UC). Já a partir de sábado não estará mais permitido fazer a trilha, mas permanecerá liberado o acesso à rampa de voo livre para quem for realizar esta atividade.

A medida fez-se necessária diante dos episódios dos últimos dias, em que se constatou intensa aglomeração na trilha, no topo e em seu portão de acesso, além do descarte irregular de lixo na Pedra Bonita - mesmo depois de ações de fiscalização (com abertura de processo de multas por essas irregularidades) e de educação ambiental. A manutenção deste fechamento será avaliada semanalmente e o comportamento correto dos usuários nos setores que permanecem abertos pode ajudar na revisão desta decisão. Caso o desrespeito persista nas outras áreas do Parque, existe também a possibilidade de que elas também fechem. O Parque reforça o pedido aos visitantes para que se informem, antes de sair de casa, sobre as regras de visitação e que, durante a visita, obedeçam às normas. Elas são temporárias e garantem a manutenção da reabertura da UC.

Desde o dia 9 de julho, quando o Parque reabriu parcialmente e com o objetivo de permitir a prática de atividades físicas, não está permitido, por exemplo:

Grupos com mais de 10 pessoas e sem distanciamento de dois metros entre cada indivíduo;
Ausência de máscara de proteção facial dentro da UC;
Descarte irregular de lixo dentro do Parque;
Fazer a trilha fora do horário de funcionamento, que é de 8h às 17h;
Acessar os mirantes interditados;
Acessar com veículos motorizados;
Tomar banho de cachoeiras e em outros corpos d'água - além das demais regras que estão disponíveis no link  https://bit.ly/notasite080720.
Desde o dia 9 de julho, banners estão fixados nas guaritas de acesso, onde os guardas patrimoniais também repassam as orientação aos visitantes que chegam. Além disso, essas regras temporárias vêm sendo publicadas diariamente nas redes sociais verificadas e no site do Parque, com o objetivo de facilitar ao usuário que informe-se antes de sair de casa. Elas também são repassadas pelo telefone 2492-2252 e, nos últimos fins de semana, equipe do Parque realizaram ações de tanto de fiscalização quanto de educação ambiental em diferentes áreas da Unidade de Conservação. A insistência em desobedecer as regras atuais e permanentes de uso do Parque pode levar a uma autuação de multa, com valores que começam em R$ 500,00 e, dependendo da gravidade, podem chegar a R$ 10.000,00.

Tudo o que pode e o que não pode foi estabelecido em cima do Plano de Retomada de atividades da prefeitura do município do Rio, regido pelo decreto municipal de nº 47.488, de 2 de junho de 2020. Por isso, com base no decreto municipal, o visitante tem a obrigação de fazer uso correto da máscara de proteção facial, portar seu próprio álcool gel e manter distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas, de modo a evitar aglomerações. No Parque, ainda seguem fechadas com sinalização as regiões que permitem aglomerações, como todos os mirantes e todos os corpos d'água (cachoeiras e os seus poços de banho, duchas, lagoas, córregos etc) – além das demais regras disponíveis em bit.ly/notasite080720 .

Fonte: Parque Nacional da Tijuca - ICMBio/Marcus Vinicius

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31