RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Cerca de 90 objetos museológicos já foram analisados e catalogados

Foto: divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e em parceria com a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), já analisou e catalogou 90 objetos do acervo do Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB), incluindo 20 esculturas da artista Carmem Barros, uma tela do pintor Heitor dos Prazeres e três quadros da autoria de Nelson Sargento. Mesmo fechado desde março, devido à pandemia do novo coronavírus, o museu está se preparando para receber o público novamente.

O processo de documentação museológica do acervo faz parte do Projeto de Gestão Compartilhada do Sítio Arqueológico do Cais Do Valongo. A coleção do museu conta também com um acervo de mais de 1.500 registros fotográficos da cena teatral carioca dos anos 1960 e 1970 e de artistas, como Grande Otelo, assim como três bandeiras pertencentes ao prédio desde sua primeira ocupação como Escola José Bonifácio e uma carta de alforria original de 1884.

Também está previsto o desenvolvimento do Plano Museológico para a instituição com o objetivo de consolidar toda a estrutura do MUHCAB e a preservação da memória da Pequena África carioca. Nos últimos meses, foram adotadas uma série de ações: protocolos de identificação e diagnóstico da situação de conservação, recomendações para gestão e preservação, catalogação, elaboração de diretrizes técnicas sobre a gestão de coleções e organização e planejamento de ambiente adequado para manuseio de acervos dentro do espaço.


Foto: divulgação

Sobre o MUHCAB
O Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira está inserido em uma iniciativa mais ampla, os Lugares de Memória, localizados na região da Zona Portuária e na Pequena África. Entre esses lugares, estão o Cais do Valongo e a sede do museu. Os Lugares de Memória mostram, através do contexto histórico, a relação da Pequena África com a formação da cidade e as heranças culturais desde a chegada dos negros ao Brasil até os dias atuais.

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31