Me Esqueci Completamente de Mim, Sou um Departamento de Cultura

autor: Mario de Andrade
organizadores: Carlos Augusto Calil | Flavio Rodrigo Penteado
editora: Imprensa Oficial

Sinopse: Poeta, romancista, professor de música, crítico de arte, cronista, jornalista, pesquisador, Mário de Andrade foi também servidor público. Iniciou sua carreira em 1935, como diretor do Departamento de Cultura da cidade de São Paulo. Departamento na época equivalia a Secretaria. Mário de Andrade foi o primeiro Secretário de Cultura do país.

Viver em Lisboa – Século XVI

autor: Lélio Luiz de Oliveira
editora: Alameda

Sinopse: A historiografia portuguesa, sobre o século XVI, privilegia os estudos sobre Portugal porta afora, ou seja, os descobrimentos e o consequente avanço das relações comerciais no tempo do mercantilismo, além do empenho na construção de uma economia mundial.

Intelectuais Mediadores

autores: organização de Angela de Castro Gomes e Patricia Santos Hansen

editora: Civilização Brasileira (Grupo Editorial Record)

 

Sinopse: Entendido de forma mais ampla, “intelectual” é definido como sujeito da produção de conhecimentos e da comunicação de ideias, direta ou indiretamente vinculado à intervenção político-social.

Pontos de Memória: metodologia e práticas em museologia social

organização: Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM e Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura – OEI

Sinopse: Ibram e Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI) acabam de lançar, em versão eletrônica, o livro "Pontos de Memória: metodologia e práticas em museologia social".

O Realismo Impossível

autor: Andre Bazin
editora: Autêntica

Sinopse: André Bazin nos mostra como ver, ouvir, sentir, compreender filmes e escrever sobre eles. Lições de coisas e de estilo. Ensina que filmes não “falam” disto ou daquilo, nem “abordam” este ou aquele tema.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30